Carlos Lima
Hoje dia 26/04/2019 às 05:42:13

Feira
Carlos Lima | Publicado em 16/04/2019 às 16:30:21

Vereador Marcos Lima confirma deslealdade política ao prefeito Colbert Martins

Vereador Marcos Lima confirma deslealdade política ao prefeito Colbert Martins Vereador Marcos Lima

Quando se definia a política pelos conceitos gregos, era outra coisa.

Uma ciência.

No entanto podemos afirmar que a política praticada em nosso país tem significado mais estimulante segundo o vereador Marcos Lima.

Aqui a prática política é a arte de enganar, enrolar, mentir, trair, meter o dedo no olho do companheiro e de fazer falsas amizades.

A traição talvez seja um prato doce.

Muita gente adora o sabor.

No ano 33 de nossa, era vulgar, em Jerusalém, Judas traiu Jesus e o levou a morte por crucificação.

Será que esperavam o mesmo com Colbert.

Em sessão “ordinária” da Câmara Municipal de Feira de Santana, no ano 2019 da era vulgar, no mês de abril, o vereador Marcos Lima, líder do governo Colbert Martins da Silva Filho no Legislativo, afirmou que o povo feirense estava com saudade do ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho.

Será que esse comportamento é o resultado de um sentimento conhecido na época da escravidão como Banzo.

Uma profunda melancolia pela ausência do seu senhor, José Ronaldo de Carvalho?

A declaração do vereador não nos deixa alternativas quanto a sua insatisfação com o atual governo,

A pegunta que se faz é o que teria acontecido?

Seriam vantagens ou interesses contrariados?

Ou simplesmente foi o desejo inconsciente de fazer parte na elite dos grandes traidores que permeiam a histórica política desse país.

Existem outras vertentes, uma delas seria manter-se preso ao passado, negar o presente e comprometer o futuro.

Mas futuro de quem?

A provável reeleição de Colbert Martins?

A dele mesmo, não acredito, inteligência é artigo de luxo no Legislativo.

Ficando exposto com tal comportamento adotado, o vereador demonstra total incapacidade de se articular politicamente, mantendo-se fora de sintonia com as exigências que o cargo requer, ao denunciar sua deslealdade para com o prefeito, do qual ele assumiu a liderança do governo no Legislativo feirense.

Carlos Lima

Comentários

comentários

Veja também