Carlos Lima
Hoje dia 23/10/2017 às 11:47:53

Geral
Carlos Lima | Publicado em 22/09/2017 às 17:23:00

Funaro: “Temer, Cunha e Alves receberam propinas da Caixa”

Funaro: “Temer, Cunha e Alves receberam propinas da Caixa” (Montagem/VEJA.com)

Novas revelações da delação de Lúcio Funaro e atrito entre o presidente da câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o PMDB estão nas manchetes dos principais jornais do país nesta sexta-feira. O Globo destaca que, segundo Funaro, o presidente Michel Temer e os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Alves receberam cerca de R$ 250 milhões de propinas da Caixa. No Estado de S.Paulo, Temer assume articulação para evitar problemas com a base aliada, após reclamações de Rodrigo Maia, que disse ter levado ‘facada nas costas’.

O Globo
Funaro diz que Temer, Cunha e Alves desviaram verba da Caixa
A verba foi repassada por duas vice-presidências controladas pelo PMDB e comandadas por Geddel Vieira Lima e Fábio Cleto, disse o delator. A segunda denúncia contra Temer foi protocolada à noite na Câmara, logo após o STF, por 10 votos a 1, ter decidido não suspender o processo, como pedia a defesa.

O Estado de S.Paulo
Planalto tenta conter ameaça de rebelião após ataques de Maia
As declarações de Rodrigo Maia de que o PMDB e o governo deram uma “facada nas costas” do DEM foram feitas no momento em que Temer precisa de apoio para barrar a segunda denúncia contra ele. O desabafo de Maia foi feito após assédio do PMDB a parlamentares do PSB que negociavam transferência para o DEM.

Folha de S.Paulo
Braço direito de Janot pode ser investigado, diz procurador
Membro da equipe da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou que a tendência do órgão é investigar Eduardo Pelella, ex-chefe de gabinete de Rodrigo Janot. A Folha ouviu diálogo entre o procurador Sidney Madruga, escolhido para coordenar o Grupo Executivo Nacional da Função Eleitoral, e mulher não identificada em restaurante de Brasília. Madruga questionou o papel de Pelella, que como chefe de gabinete, diz, atuou intensamente na Lava Jato.

80 novos vagões da CPTM ficam parados em fábrica
Apesar de superlotação e falhas no sistema, cerca de 80 vagões de trens novos, já com o símbolo da CPTM, tomam sol e chuva no pátio da fábrica, no interior de SP. Gargalo na estrutura de testes necessários antes de entrarem em operação é apontado como razão pela gestão Alckmin (PSDB).

Valor Econômico
Juro deve cair a patamares recordes e por longo prazo
Ao divulgar ontem o Relatório de Inflação, o Banco Central (BC) deixou claro que vai continuar reduzindo a taxa básica dos juros (Selic) e que a economia conviverá com juros historicamente baixos por um bom tempo

Jornal do Commercio
População cumpre a sua parte
No Dia Internacional da Paz, moradores de Recife e Caruaru fazem ato em resposta aos flagrantes de violência ocorridos no Estado no último fim de semana, quando quatro bandidos incendiaram um carro com quatro pessoas no bairro de Boa Viagem, e jornalista foi atingido por bala perdida em Caruaru.

Veja

Comentários

comentários

Veja também