Carlos Lima
Hoje dia 16/10/2018 às 13:49:43

Geral
Carlos Lima | Publicado em 01/08/2018 às 15:47:28

Merval quer que Lula ‘renuncie’ para evitar Bolsonaro.

Merval quer que Lula ‘renuncie’ para evitar Bolsonaro.

Muitas vezes, a melhor justificativa para não se embrenhar por um caminho é ver quem são os que dizem que devemos entrar por ele.

Hoje, por via transversa, confirma-se algo que se vem repisando aqui: a direita real, a dominante e dona deste país, quer, cada vez com mais desespero, que Lula cometa o harakiri de sua liderança e favoritismo naturais e apoie “um dos nomes que estão na disputa, possivelmente o candidato do PDT, Ciro Gomes, bem cotado nas pesquisas eleitorais”.

Sim, é Merval Pereira, a voz profunda da Globo, quem escreve isso, em sua coluna no jornal dos Marinho.

O “muy amigo”  da esquerda, da democracia e das liberdades apela para a “responsabilidade” de evitar-se que o candidato da extrema direita  siga à frente – e muito – de Geraldo Alckmin.

“O maior estímulo à candidatura à Presidência da República de Bolsonaro é a tentativa de Lula de se manter na disputa”, diz, com sua acadêmica autoridade.

Vejam a que ponto chega a cara dura desta gente: Lula lidera todas as pesquisas, ganha ou chega perto de ganhar em primeiro turno, vence todas as simulações de um eventual 2° turno, mesmo com todo o desgaste que lhe faz a mídia e a perseguição judicial e….é culpado de fazer crescer Bolsonaro porque este é a encarnação da rejeição ao ex-presidente:

“Radicalização da disputa política é decisão do ex-presidente que só faz acirrar os ânimos e dar gás ao antilula”, diz ele.

Esperem aí: foi Lula quem convocou as manifestações que, menos de um mês depois da posse de Dilma Rousseff já tentavam derrubá-la, amplamente cobertas nos domingos festivos da Globonews?

Foi Lula que deu um golpe de Estado para depor o governo eleito? Foi Lula quem tocou, sem provas e com um furor inaudito, um processo para “atribuir-se” um apartamento fruto de atos de corrupção que nem sequer conseguem ser determinados?

Ninguém mais “deu gás ao antilula” do que a turma do Merval.

Perceberam, talvez tardiamente, que deram gás demais ao monstro que cevaram e, agora, vêm apelar a Lula que “se conforme” em ficar na cadeia e cassado em seus direitos para que o mastim que criaram não os devore também?

Ou será que sabem que uma vitória de Bolsonaro, numa eleição esvaziada, com um quantidade pífia de votos, além de instituir um governicho anacrônico, dirigido por um incapaz, será aos olhos de todos o pior e mais podre fruto do crime que perpetraram contra o Brasil?

Não querem Bolsonaro? Soltem Lula e o deixem candidatar-se.

Merval, porém, tem uma utilidade: o de apontar, ao inverso, o caminho que as forças populares devem seguir: manter Lula candidato e símbolo da sociedade sem ódios e com inclusão que o Brasil, mais que querer, precisa ser.

Outro dia citei aqui a recordação que fizeram de Brizola:

“Quando vocês tiverem dúvidas quanto a que posição tomar diante de qualquer situação, atentem: se a Rede Globo for a favor somos contra. Se for contra, somos a favor”

Comentários

comentários

Veja também