Carlos Lima
Hoje dia 21/09/2018 às 01:42:45

Internacional
Carlos Lima | Publicado em 26/12/2016 às 16:23:56

TUFÃO NINA CHEGOU NAS FILIPINAS NA NOITE DE NATAL

TUFÃO NINA CHEGOU NAS FILIPINAS NA NOITE DE NATAL Crianças desabrigadas

O tufão Nina, conhecido localmente como Nock-Ten, tinha ventos máximos sustentados de 185 quilômetros por hora e rajadas de até 255 quilômetros por hora quando tocou terra na noite de domingo (hora local) na província de Catanduanes.

As fontes chuvas e os ventos interromperam o fornecimento de energia elétrica e as comunicações.

O tufão ainda deve passar por uma área montanhosa na principal ilha filipina, Luzon, e avançar perto da capital, Manila, na segunda-feira, antes de seguir para o Mar do Sul da China.

As fortes chuvas e os ventos destrutivos ameaçam áreas densamente povoadas no campo e na cidade.

Companhias aéreas cancelaram voos e, nos portos, os serviços de ferry da região foram paralisados, bem como proibida a saída de barcos.

Autoridades advertiram para o risco de enchentes e deslizamentos nas vilas costeiras.

Natal nas Filipinas

O Natal é o maior feriado nas Filipinas.

Muitas pessoas se recusavam a deixar suas casas na data, o que levou algumas autoridades a optar por forçá-las a isso.

Nos últimos 65 anos, sete tufões atingiram as Filipinas no Natal, segundo a agência meteorológica do governo.

O governador Miguel Villafuerte, da província de Camarines Sul, que está no trajeto previsto para o tufão, ofereceu leitão assado nos centros de abrigo para convencer os moradores a ficar nesses lugares.

O prato é popular no país no Natal.

“Por favor, saiam, nós teremos leitão nos centros de abrigo”, disse o governador no Twitter na véspera do Natal.

Autoridades da província disseram que cerca de 250.000 pessoas foram a esses locais até a noite de sábado.

Na província de Catanduanes, a vice-governadora Shirley Abundo disse que determinou a retirada forçada de pessoas que resistiam a abandonas suas casas no Natal.

Comentários

comentários

Veja também