Carlos Lima
Hoje dia 04/04/2020 às 20:57:35

Internacional
Carlos Lima | Publicado em 14/02/2020 às 14:37:11

‘Acordo do Século’ de Trump é ‘plano de ocupação’ no Oriente Médio, afirma Erdogan

‘Acordo do Século’ de Trump é ‘plano de ocupação’ no Oriente Médio, afirma Erdogan © AP Photo / Assessoria de imprensa do presidente da Turquia

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, criticou a proposta de paz do presidente dos EUA, Donald Trump, para o Oriente Médio e prometeu apoiar o Paquistão na questão da Caxemira, enquanto fazia um discurso aos legisladores em Islamabad.

Erdogan criticou o roteiro muito elogiado de Trump para Israel e Palestina enquanto falava no Parlamento do Paquistão nesta sexta-feira.

“O plano […] não é um projeto de paz, mas de fato um projeto de ocupação”, alertou ele, conforme citado pela mídia local.

O líder turco observou que Ancara “deu a maior reação” à iniciativa de Trump, que foi rapidamente rejeitada pelos palestinos e amplamente descartada em todo o mundo muçulmano como enviesada a favor de Israel. O plano inclui a criação de um Estado palestino “independente” na forma de múltiplos enclaves no território israelense.

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu elogiou o acordo do presidente dos EUA, dizendo que seu país está oferecendo à Palestina “soberania condicional e limitada”.

Depois que o plano de Trump foi revelado no final de janeiro, o Ministério das Relações Exteriores do Paquistão emitiu uma declaração afirmando apoio a uma solução de dois Estados dentro das fronteiras pré-1967 entre Israel e Palestina, com Jerusalém como capital palestina. Isso corresponde às demandas dos palestinos, que pedem a Tel Aviv que entregue os territórios que ocupou durante a Guerra dos Seis Dias de 1967. Trump, por outro lado, reconheceu Jerusalém como a capital de Israel.

Sputnik

Comentários

comentários

Veja também