Carlos Lima
Hoje dia 17/11/2018 às 07:24:14

Internacional
Carlos Lima | Publicado em 15/06/2018 às 09:47:37

EUA tarifas adicionais de US$ 50 bilhões sobre importações da China

EUA tarifas adicionais de US$ 50 bilhões sobre importações da China China exporta aos Estados Unidos muito mais do que importa em produtos norte-americanos

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira (15) a implementação de uma tarifa de 25% sobre US$ 50 bilhões sobre bens importados da China, e prometeu impor mais taxas se a China adotar medidas retaliatórias, elevando a tensão comercial entre as maiores potências do mundo.
Trump afirmou que a lista inclui bens do plano estratégico chinês “Feito na China 2025” para dominar indústrias emergentes de alta tecnologia que “levará crescimento econômico futuro para a China, mas prejudicará o crescimento econômico para os Estados Unidos e muitos outros países”.

“À luz dos roubos de propriedade intelectual e de tecnologia que a China tem feito e de suas outras práticas injustas de comércio, os Estados Unidos irá implementar tarifas de 25% sobre US$ 50 bilhões de bens da China, que contenham tecnologias industrialmente significativas”, afirmou Trump, em comunicado.

A iniciativa é mais um lance das disputas iniciadas pelo governo do presidente Donald Trump contra Pequim. O presidente norte-americano argumenta que tenta compensar o que ele classifica como práticas anticompetitivas promovidas pelo país asiático.
A China, por sua vez, informou que irá promover uma retaliação, no mesmo valor de US$ 50 bilhões. Mais cedo, o governo de Pequim já tinha advertido, que se fosse confirmada a imposição de tarifas aos produtos chinneses ficarão cancelados os acordos alcançados entre os dois países após dois meses de negociações.

“A China já publicou um comunicado após a recente visita do secretário de Comércio, Wilbur Ross, onde deixou clara que se os EUA lançarem medidas comerciais como a imposição de tarifas, os acordos não entrarão em vigor”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Geng Shuang.

O Departamento do Comércio dos Estados Unidos anunciou esta semana outra ação comercial contra importações chinesas, desta vez acusando os produtores de tanques de aço para propano de dumping e subsídios injustos.

O índice acionário de Xangai recuou para a mínima de 20 meses nesta sexta-feira diante das preocupações dos investidores de que as tensões comerciais com os Estados Unidos podem aumentar a pressão sobre o crescimento econômico da China.

G1

Comentários

comentários

Veja também