Carlos Lima
Hoje dia 20/07/2017 às 22:50:55

Internacional
Carlos Lima | Publicado em 08/07/2017 às 12:48:10

Jovem morre no Nepal após ser isolada por estar menstruada

Jovem morre no Nepal após ser isolada por estar menstruada Imagens de arquivo

Uma jovem de 18 anos morreu no Nepal depois de ser mordida por uma serpente venenosa ao ser isolada em uma cabana por estar menstruada, uma antiga prática hindu proibida, informaram fontes locais.

Muitas comunidades no Nepal consideram a menstruação como algo impuro, e em algumas áreas remotas exigem que as mulheres durmam fora de casa durante esses períodos. A prática é conhecida como “chaupadi”.

Depois de ser mordida duas vezes por uma serpente venenosa, Tulasi Shahifue morreu na sexta-feira de manhã em Dailekh, indicou à AFP o prefeito Surya Bahadur Shahi.

“Ela sobreviveu por sete horas depois de ter sido atacada pela cobra, mas morreu em razão da demora do socorro”, disse Shahi.

Segundo a imprensa local, sua família levou a jovem a uma localidade próxima para ser tratada por um xamã, ao invés de levá-la a um hospital.

A polícia confirmou a morte, mas não forneceu mais detalhes.

A prática de “chaupadi” reflete a crença de que as mulheres não podem ser tocadas quando estão menstruadas e após o parto.

Duas mulheres morreram em incidentes separados em 2016 relacionados com esta prática: uma ao respirar fumaça tóxica depois de ter feito uma fogueira para se aquecer, e a outra por razões que não foram esclarecidas.

Esta prática é proibida no Nepal há cerca de dez anos, mas ainda é comum em alguns locais remotos. Uma lei está sendo debatida no Parlamento para considerá-la um crime punível com prisão.

France Presse

Comentários

comentários

Veja também