Carlos Lima
Hoje dia 26/05/2019 às 15:02:09

Internacional
Carlos Lima | Publicado em 08/03/2019 às 09:57:18

Ministro responsável por relações da Coreia do Sul com o Norte será substituído.

Ministro responsável por relações da Coreia do Sul com o Norte será substituído. Kim Yeon-chul chega ao Instituto da Coreia para a Unificação Nacional em Seul na sexta-feira. | YONHAP / VIA AP

Um professor universitário muito próximo ao presidente sul-coreano e partidário do diálogo com Pyongyang foi anunciado nesta sexta-feira como o ministro da Unificação, responsável pelas questões relacionadas à Coreia do Norte.

A substituição de Cho Myoung-gyon por Kim Yeon-chul acontece uma semana depois da segunda reunião entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o dirigente norte-coreano, Kim Jong Un.

O encontro, em Hanói, terminou de forma repentina, sem um acordo entre os governantes para uma declaração conjunta.

Apesar do fracasso, o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, pediu na segunda-feira a Estados Unidos e Coreia do Norte que retomem o mais rápido possível as negociações sobre a desnuclearização.

Moon, que foi eleito há dois anos com uma campanha em que defendia o diálogo com o Norte, no momento em que península estava à beira da guerra nuclear, também pediu a seus ministros que analisem o que provocou o fracasso do encontro da semana passada.

Kim Yeon-chul, muito próximo ao presidente Moon, dirigia desde o ano passado o Instituto Coreano para a Unificação Nacional, um órgão governamental.

No ano passado, ele celebrou a decisão de aproveitar a organização dos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul para estender a mão ao Norte. As Olimpíadas de Pyeongchang, em fevereiro de 2018, representaram o primeiro ato concreto de aproximação entre as Coreias após muitos anos de tensão.

“Kim é um especialista da cooperação econômica com a Coreia do Norte e seus temas nucleares”, afirmou a Casa Azul, sede da presidência sul-coreana.

AFP

Comentários

comentários

Veja também