Carlos Lima
Hoje dia 26/06/2019 às 18:11:38

Internacional
Carlos Lima | Publicado em 06/06/2019 às 16:00:14

Quem apoia Juan Guaidó é louco, diz Putin

Quem apoia Juan Guaidó é louco, diz Putin O presidente da Rússia, Vladimir Putin (foto de arquivo), determinou nesta quarta-feira (1º) simplificações para a concessão da cidadania russa a certas categorias de ucranianos. — Foto: Sputnik/Alexei Druzhinin/Kremlin via Reuters

Quem apoia Juan Guaidó como presidente da Venezuela é louco, afirmou Vladimir Putin, da Rússia, nesta quinta (6). O líder russo também disse que é neutro em relação ao venezuelano, e que Guaidó é um homem legal.

Uma intervenção militar norte-americana na Venezuela seria um desastre, e até mesmo os aliados dos EUA não apoiariam tal conduta, segundo o presidente da Rússia.

Em um fórum econômico em São Petersburgo, Putin disse que especialistas técnicos russos permanecem na Venezuela para prestar serviços de manutenção a equipamentos militares russos, o que, segundo ele, são obrigados a fazer por contrato.

Moscou não está construindo qualquer base militar especial na Venezuela, afirmou.

Há dois dias, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em uma rede social que o governo russo informou que a Rússia havia retirado a maioria de seu efetivo presente na Venezuela.

Os russos reconhecem Nicolás Maduro como presidente venezuelano, e não Juan Guaidó, como os Estados Unidos, o Brasil e outras nações.

Putin enviou militares e ajuda humanitária recentemente para demonstrar apoio ao chavismo.

Armas nucleares

Putin ameaçou, deixar expirar em 2021 um tratado de controle de armas nucleares estratégicas com os Estados Unidos, se os americanos não manifestarem vontade em prolongá-lo.

“Se ninguém quiser prolongar o acordo, então nós não o faremos”, afirmou.

Segundo ele, até agora, ninguém negociou com eles. “O processo de discussões formais não foi lançado, enquanto o acordo expira em 2021”, acrescentou.

 Reuters

Comentários

comentários

Veja também