Carlos Lima
Hoje dia 21/09/2018 às 21:05:10

Legislativo
Carlos Lima | Publicado em 05/11/2016 às 12:50:20

Fatos curiosos no Legislativo feirense referente a eleição para presidente da Câmara

Fatos curiosos no Legislativo feirense referente a eleição para presidente da Câmara Ronny em campanha pela presidência da Câmara, vereadores: Tom, Ronny, e Bililiu

Alguns vereadores da base aliada do prefeito José Ronaldo aproveitaram a sua viagem para a Colômbia e declararam apoio à candidatura do vereador Ronny, sem ter mantido nenhuma conversa com o alcaide.

Entre eles os mais precipitados, Justiniano França. Com a declaração do prefeito de que não vai interferir na eleição, apenas, se for procurado pelos amigos, dirá sua opinião, Justiniano França já diz que ainda não declarou seu voto.

E os outros ficaram meio sem jeito. Como contornar a precipitação após Ronaldo dizer:  “Se os amigos me procurarem falarei sobre o assunto.” Existe um recado mais direto. Quem está na base do governo e é amigo de José Ronaldo, antes de tomar uma decisão deverá conversar com ele”

Quem não for seu amigo não precisa conversar, está liberado para tomar qualquer decisão.

E aí, vem a pergunta: No momento dos pedidos de cargos no governo, Ronaldo com a caneta mão, vai atender primeiro quem?

Alguém poderá não ser atendido, ou atendido pelo menos da metade?

Nomes como Roberto Tourinho, Kadimiel e Marcos Lima, poderia significar mudanças importantes no Legislativo, e todos bem vistos pelo prefeito.

Esses vereadores não possuem o poder de negociação que Ronny desfruta no momento, mas também possuem a simpatia de José Ronaldo.

Ronny já promoveu reuniões, almoço, jantar e simpatizantes contabilizam 11 adesões, numero suficiente para reelege-lo.

Em outras eleições algumas mudanças inesperadas ocorreram, será que podemos ter surpresas, ou Ronny continuará com o eu projeto político recebendo os ventos e vencendo as calmarias.

O prefeito não deseja exposição de conflitos mais a sua “base sangue puro” deve saber avaliar politicamente o momento.

As ações políticas da eleição para presidente da casa, na Câmara Municipal, também tem suas nuances no processo de 2018.

Existe alguns que não se conformam tão rapidamente em perder benesses no Legislativo, querem abraçar o mundo com as pernas e os braços, resultado, vão ficar com o bumbum no chão.

CL/CLJORNAL

 

Comentários

comentários

Veja também