Carlos Lima
Hoje dia 13/12/2017 às 18:42:46

Literatura
Carlos Lima | Publicado em 02/12/2017 às 10:27:02

‘Arquitetura sensorial: A arte de projetar para todos os sentidos’ de Juliana Neves

‘Arquitetura sensorial: A arte de projetar para todos os sentidos’ de Juliana Neves Arquitetura sensorial: livro apresenta marcantes referências de espaços físicos projetados para todos os sentidos

Escrito pela arquiteta Juliana Neves, “Arquitetura sensorial: A arte de projetar para todos os sentidos” (Mauad/Marcela Bronstein M+P) será lançado no dia 4 de dezembro, às 19h, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon.

O livro é o único escrito no Brasil sobre design para todos os sentidos e arquitetura de atmosferas, questões atuais e cruciais do recente campo do design e emoção.

A entrada é gratuita e o livro custa R$ 65.

“O que nos envolve ao entrarmos em um ambiente não é somente o que vemos dele, mas também os sentimentos que desperta, as emoções que traz e o grau de conexão que experimentamos naquele espaço físico”, destaca a autora, que fará palestras em breve sobre o assunto, no Rio de Janeiro.

Juliana investiga a arquitetura sensorial em espaços físicos e também as origens da hegemonia da visão em detrimento dos outros sentidos, em grande parte dos projetos. A autora aborda a construção de atmosferas para além dos ambientes em si, e importância de incitar e instigar os demais sentidos. O prefácio é de Vera Damazio, referência internacional em design e emoção.

Ao longo de 188 páginas, o livro apresenta três marcantes referências de espaços físicos projetados para todos os sentidos: Thermal Baths, em Vals, na Suíça, do arquiteto Peter Zumthor, que investe no bem-estar do seu público; o Blur Building, de Elizabeth Diller e Ricardo Scofidio, um pavilhão de exposições temporárias construído para a Expo 2002, também na Suíça, que se destaca pelos mecanismos projetados para a socialização dos visitantes; e o Museu dos Judeus de Berlim, de Daniel Libeskind, cujo objetivo é despertar a solidariedade às vítimas do Holocausto.

Ao final da edição, a autora revela como incorporou os conhecimentos adquiridos na pesquisa à sua prática de arquitetura comercial, apresentando projetos do varejo que incorporaram elementos sensoriais. ‘Arquitetura sensorial: A arte de projetar para todos os sentidos’ é leitura indispensável para arquitetos, designers e interessados na arte de projetar, realmente, para todos os sentidos.

O livro é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura, da Nasajon Sistemas e da Petroserv S.A., por meio do Programa de Fomento à Cultura Carioca da Secretaria de Cultura.

Sobre a autora

Juliana Neves, 37 anos, é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestre em Design pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), onde realizou sua pesquisa sobre design para todos os sentidos no laboratório de Design, Memória e Emoção (LABMEMO). Foi pesquisadora visitante na Brown University (Rhode Island, EUA) e tem especialização em Branding e em Design & Trends Forecast. É professora do curso Retail Design & Branding da PUC-Rio e de Projetos Comerciais no curso Saperfare de Design de Interiores do Istituto Europeo di Design (IED Rio).

Trabalhou quatro anos com a arquiteta Bel Lobo e está, desde 2004, à frente da Kube Arquitetura, escritório especializado em arquitetura sensorial e design e emoção. São seus clientes, entre outros, Hugo Boss, Outer.Shoes, JoanaJoão, Aquário Marinho do Rio de Janeiro (AquaRio), Centro de Visitantes das Paineiras, FOM, Afghan, Telecine, Elle et Lui e RioZoo.

Em 2017, conquistou três prêmios no A’ Design Award (Itália), uma das maiores premiações internacionais da categoria, com a Loja do AquaRio (ouro), Restaurante Mirante Paineiras (prata) e Outer.Shoes Nova América. Nesse mesmo ano, o projeto da loja do AquaRio recebeu o prêmio Prix Versailles (Paris), promovido pela Unesco e pela União Internacional de Arquitetos.

Jornal Brasil

Comentários

comentários

Veja também