Carlos Lima
Hoje dia 20/07/2018 às 12:38:57

Literatura
Carlos Lima | Publicado em 04/06/2018 às 14:24:11

Bill Clinton lança seu primeiro romance

Bill Clinton lança seu primeiro romance Bill Clinton no lançamento de seu livro 'O Dia Em Que o Presidente Desapareceu' em maio em Nova York.

Se há poucos dias Barack Obama surpreendeu por seu contrato com a Netflix, agora é o ex-presidente dos EUA Bill Clinton que estreia na ficção com seu primeiro romance, O Dia Em Que o Presidente Desapareceu.

O livro foi escrito a quatro mãos com o autor best-seller James Patterson e trata, como indica o título, do desaparecimento de um presidente dos EUA, Lincoln Duncan, em meio a uma grande crise mundial.

Poderia um chefe estadunidense ter seu paradeiro desconhecido, como ocorre no romance? “Sim, poderia, mas não por muito tempo, porque o Serviço Secreto está aí para te manter com vida”, disse Clinton durante a apresentação do livro no festival BookCon, em Nova York, no domingo, 3.

Bill Clinton afirmou que o protagonista não é inspirado nele próprio, porque “é muito mais jovem”. Ainda menos em Donald Trump, já que o presidente não está desaparecido: “Nos lembra disso a cada manhã quando aparece um novo Tweet. A tradução em português, com o título de O Dia Em Que o Presidente Desapareceu, chega ao Brasil nesta quarta-feira, 6, pela editora Record.

Patterson e Clinton trocaram rascunhos do romance escrito “a lápis”, já que o ex-presidente, diferente de sua mulher, não utiliza e-mail. Questionado sobre sua esposa, assegurou que Hillary Clinton “está tendo um ano fantástico, mobilizando a juventude e mostrando um nível de ativismo que não haviam descoberto antes”, em referência ao trabalho que a ex-secretária de Estado dos EUA realiza com o Onward Together, a organização política que fundou em 2017, depois das eleições presidenciais.

O primeiro romance de Bill Clinton, que em 2004 já havia publicado sua biografia, Minha Vida, chegará em breve às telinhas, já que o canal pago norte-americano Showtime adquiriu os direitos para adaptar o livro em uma série de TV de alta voltagem, agora que House of Cards chega ao fim.

Estadão

Comentários

comentários

Veja também