Carlos Lima
Hoje dia 23/08/2017 às 00:49:33

Literatura
Carlos Lima | Publicado em 26/05/2017 às 15:20:34

Portugal quase esquece literatura deste século na Feira do Livro de Madrid

Portugal quase esquece literatura deste século na Feira do Livro de Madrid A rainha Letícia é presença habitual no primeiro dia da Feira do Livro de Madrid

 

O que pensam os escritores espanhóis sobre colocarem Portugal como cenário de um seu romance? Uma questão respondida por alguns dos grandes autores do país aqui ao lado.

A cultura ibérica não é coisa que se pratique muito entre escritores portugueses e espanhóis. Nem há qualquer preferência pelos autores do país ao lado se se deixarem de fora os romances de Saramago e Lobo Antunes.

Os leitores estão de costas voltadas ainda hoje como ambos os países estiveram durante séculos, situação que a A Feira do Livro de Madrid poderá contrariar com algumas das muitas iniciativas para divulgar a literatura nacional e os seus novos nomes.

Mesmo que entre os objetivos da programação se aponte para “combinar iniciativas que cobrem os clássicos e a modernidade do século XX”; se refira que o destaque vá para os “autores consagrados, Camões, Pessoa, Eça, Sophia e Saramago”; sessões sobre Almada Negreiros, Miguel Torga, Ruy Belo, Herberto Helder e Maria Gabriela Llansol, e uma homenagem em livro a Salgueiro Maia … Estranha-se que o século XXI nunca seja especificamente referido na programação, mesmo que ao se esmiuçar a lista de eventos se descubram nas entrelinhas nomes como os de Gonçalo M. Tavares, Afonso Cruz, José Luís Peixoto ou Valter Hugo Mãe.

No fim da lista pode respirar-se de alívio, pois repescam-se alguns autores que apresentarão os seus livros em Madrid, é o caso das menos “clássicas” Carla Maia de Almeida e Inês Fonseca Santos. Ou seja, a presença na Feira do Livro de Madrid não irá revelar assim tanto a nova literatura portuguesa a não ser que os leitores optem por percorrer as bancas onde estarão representadas algumas editoras nacionais, como fazem os portugueses na Feira de Lisboa em busca de fundo de catálogo.

A Feira do Livro de Madrid abre hoje as suas portas e contará com a presença dos reis de Espanha, bem como o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa e do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, acompanhados de responsáveis da embaixada portuguesa em Madrid e representantes do setor editorial nacional e escritores convidados.

DN Artes

 

Comentários

comentários

Veja também