Carlos Lima
Hoje dia 15/08/2018 às 19:12:59

Literatura
Carlos Lima | Publicado em 08/06/2018 às 15:39:27

Sem compromisso

Sem compromisso Sem compromisso

PARAÍSO

O Diabo seria mais generoso

e daria a Adão tantas Evas

quantas fossem suas costelas.

 

A MOÇA LOIRA

Ela lia meus sonetos

sorria e suspirava

ah a poesia

e depois de elogiar

minha inspiração

e perguntar onde eu a colhia

me brindava com uma eructação

de sua adorável dispepsia.

 

SUPRASSUMO

O melhor de um pecado

é sabermos que estamos

fazendo algo errado.

 

CUSTO/BENEFÍCIO

Se um dia

eu der cabo de mim

há de ser bem no fim.

 

MERCÚRIO

O comércio sempre

das mesmas coisas trata:

ao vendedor as pratas

ao comprador as batatas.

 

ESPERANÇA

Quando eu estiver

mortinho e bem esticadinho

talvez alguém afinal

me chame de bonitinho.

 

ASTRAL

Estarmos vivou ou não

depende mais do que pensamos

de nossa própria opinião.

 

PEQUETITA

Ah minha

queridinha

como eu queria

que tivesses um repente

e me dissesses

que dali para a frente

serias minha

toda minha

minha inteiramente

minha completamente

minhamente.

 

ESTATÍSTICA

Morrer é uma coisa que costuma acontecer

na vida de gente boa e gente ruim –

principalmente no fim.

 

LÓGICA

Se o amor nos castigar

ou nos matar

será porque castigar

e matar

têm sentido.

O amor é um déspota esclarecido.

 

QUEIXA

Queixa-se o sedentário:

se a fonte não vier a mim

preparem meu obituário.

 

PRESENTE

Ah minha amada

nunca te dei nada

além de minha estropiada poesia.

Ah minha amada

ah meu amor

juro que te daria

minha orelha embrulhada

em folha de pessegueiro

se eu fosse pintor

ou açougueiro.

 

RAZÃO INVERSA

O próximo é tão mais amado

quanto mais de nós

estiver afastado.

 

O FRUTO

De dia

ao sol

e à noite

no escuro

a Morte vinha

o apalpava

o sentia

o lambiscava.

Ele se encolhia

choramingava

mentia:

ainda não estou maduro.

 

ANTEGOZO

Qualquer pecado

é sempre melhor

antes de praticado.

 

O MORDOMO

Mesmo quando não tem culpa

o amor foi sempre e será

nossa primeira desculpa.

 

DÚVIDAS

De que marca era

e trafegava por qual avenida

o auto da compadecida?

 

RAUL DREWNICK

Comentários

comentários

Veja também