Carlos Lima
Hoje dia 19/11/2017 às 12:15:04

Nacional
Carlos Lima | Publicado em 26/10/2017 às 09:36:21

As mudanças de voto contra Temer dos partidos nas duas denúncias

Deputados contra o povo salva Temer mais uma vez

As mudanças de voto contra Temer dos partidos nas duas denúncias AGORA É PARA APROVAR A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Os deputados aprovaram na quarta-feira (25) o relatório que pede o arquivamento de mais uma denúncia contra o presidente Michel Temer.

O placar final registrou 251 votos a favor do Palácio do Planalto e 233 votos contrários. Houve ainda duas abstenções e 25 ausências.

Em comparação com a primeira denúncia, 11 deputados mudaram de posicionamento.

Os deputados Abel Mesquita Jr (DEM-RR); Cícero Almeida (PODE-AL); Delegado Éder Mauro (PSD-PA); Heuler Cruvinel (PSD-GO); Jaime Martins (PSD-MG); João Campos (PRB-GO); João Paulo Kleinübing (PSD-SC) e Mauro Mariani (PMDB-SC).

Estes tinham votado pelo arquivamento na primeira vez, em 2 de agosto deste ano.

Na quarta-feira, porém, manifestaram-se pela continuidade da denúncia contra Michel Temer.

Por outro lado, os deputados Carlos Gomes (PRB-RS), César Halum (PRB-TO) e Ronaldo Martins (PRB-CE) tinham sido contrários ao arquivamento da primeira denúncia, mas foram favoráveis ao Planalto desta vez.

Os três são do partido do ministro Marcos Pereira (Indústria, Comércio Exterior e Serviços).

Na primeira denúncia contra Michel Temer, o placar tinha contabilizado 263 votos a favor do governo e 227 contrários.

Na época, dois deputados se abstiveram e 19 estavam ausentes.

A oposição precisava de, no mínimo, 342 votos para que a denúncia prosseguisse para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Da bancada de 61 deputados do PMDB, 51 votaram pelo arquivamento da denúncia.

Na votação da primeira denúncia, Michel Temer tinha contado com os votos de 53 peemedebistas. Em ambas as votações, seis deputados do PMDB votaram pela continuidade da denúncia.

Temer perdeu votos nas bancadas de DEM (3), PR (2), PSD (2), PSDB (2), PTB (1), PEN (1) e Podemos (1) na comparação do resultado das duas denúncias.

PRB, PSC e PROS demonstraram mais fidelidade ao governo na votação de quarta-feira. Cada sigla entregou um voto a mais ante o resultado da primeira votação.

O PSD foi o partido que mais cresceu em votos contrários ao Planalto. Na primeira votação, 14 deputados tinham se manifestado pelo prosseguimento da denúncia. Desta vez, foram 18.

Gabriela Caesar

Comentários

comentários

Veja também