Carlos Lima
Hoje dia 20/09/2019 às 12:31:11

Nacional
Carlos Lima | Publicado em 03/02/2019 às 18:21:15

Saúde de Bolsonaro é mais grave do que dizem seus assessores

Saúde de Bolsonaro é mais grave do que dizem seus assessores Bolsonaro remoção da bolsa

Em reportagem publicada hoje na Folha, especialistas dão uma versão diferente para o que dizem os assessores de Jair Bolsonaro em relação ao estado de saúde dele.

Segundo esses assessores, o vômito e as náuseas que teve ontem foram “reação normal e decorrente da retomada da função intestinal”.

Não era.

É um quadro mais grave, conforme registrou a reportagem da Folha:

Segundo eles, os sintomas apresentados por Bolsonaro representam uma piora no estado clínico.

Um deles diz que, no melhor cenário, não era para acontecer.

No quinto dia após a cirurgia, afirma, o paciente deveria estar comendo por boca e evacuando.

Outras hipóteses explicariam a paralisação do intestino como fístula (abertura de algum ponto cirúrgico), infecção, efeitos colaterais de medicamentos (antibióticos ou remédios para dor) ou aderência precoce, ou seja, uma dobra no intestino.

A pior das hipóteses seria a fístula.

Se ocorrer, há risco grande de ter que reoperar e refazer a bolsa de colostomia.

A recuperação não está sendo conforme a equipe médica esperava.

Uma resposta mais precisa deve ser observada.

DCM

Comentários

comentários

Veja também