Carlos Lima
Hoje dia 10/12/2018 às 20:41:12

Nacional
Carlos Lima | Publicado em 14/08/2018 às 09:23:52

Só agora Bolsonaro demite funcionária fantasma

Só agora Bolsonaro demite funcionária fantasma Foto forum jogos - uol

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL-RJ) demitiu na segunda-feira (13) a assessora fantasma Walderice Santos da Conceição, e afirmou que o “crime dela foi dar água para os cachorros”.

“Tem dois cachorros lá e pra não morrer de vez em quanto ela dá água pros cachorros lá, só isso. O crime dela é esse aí, é dar água pro cachorro”, disse.

Em janeiro, a Folha revelou a existência da funcionária fantasma.

De acordo com pessoas da cidade, Wal, como é conhecida, também presta serviços particulares na casa de Bolsonaro, mas tem como principal atividade o comércio de açaí. (…)

Ela figura desde 2003 como um dos 14 funcionários do gabinete parlamentar de Bolsonaro, em Brasília, recebendo atualmente salário bruto de R$ 1.351,46.

Bolsonaro afirmou que a funcionária ligou pedindo demissão, mas que seria “muito complicado” então ele a exonerou.

“Eu fico chateado até, porque ela precisa, é uma pessoa pobre”, afirmou o deputado. (Folha)

No entanto não é só essa senhora que é funcionária fantasma. Se pesquisar vai encontrar mais. Até pert da gente tem…(cljornal)

É BOM LEMBRAR.

ENGANAR É … – TIRA UMA ONDA DANADA, MAS É SÓ DANADA, LITERALMENTE. EM NOME DO PAI, DO FILHO, DO ESPÍRITO DE PORCO, DO IRMÃO, SEI LÁ MAIS DE QUEM… QUE QUADRILHA, NÉ NÃO?

O irmão do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), Renato Antônio Bolsonaro, foi exonerado do cargo de assessor especial do deputado estadual André do Prado (PR) após ser considerado funcionário fantasma na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

A informação, revelada em reportagem exibida pelo SBT, destaca que Bolsonaro era remunerado com um salário de R$ 17 mil mensais.

A apuração mostra ainda que ele trabalhava vendendo móveis na cidade de Miracatu, no interior de São Paulo, enquanto deveria estar na Alesp.

Em 2012, Bolsonaro concorreu ao cargo de prefeito da cidade de Miracatu, a mesma na qual foi localizado pela reportagem.

Na ocasião, ele obteve 25,08% dos votos válidos e não conseguiu se eleger. (GOOGLE)

 

Comentários

comentários

Veja também