Carlos Lima
Hoje dia 28/03/2020 às 20:16:17

Nacional
Carlos Lima | Publicado em 27/01/2020 às 13:04:13

Tragédia provocada por chuvas em MG ganha destaque internacional

Tragédia provocada por chuvas em MG ganha destaque internacional Minas Gerais estado de emergência

As chuvas que assolam o sudeste do Brasil foram assunto neste domingo 26 na imprensa internacional. Vários jornais e emissoras de rádio e televisão repercutiram a notícia lembrando que dezenas de pessoas já morreram e milhares perderam suas casas ou estão desalojadas.

De acordo com o balanço divulgado neste domingo pela Defesa Civil, 44 pessoas perderam a vida. “A maioria das vítimas sucumbiu a deslizamentos de terra e à destruição das casas provocados pelas inundações e a intensa precipitação, que atingiu valores recorde”, noticia o jornal português Público.

A revista francesa Le Point publica dados divulgados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), lembrando que “entre as manhãs de quinta-feira (23) e sexta-feira (25), 171,8 milímetros de chuva caíram sobre Belo Horizonte”, e insiste que as tempestades bateram o maior recorde desde o início das medições, há 110 anos.

“Estradas foram fechadas, postes de eletricidade e árvores caíram”, enumera o jornal Le Parisien Aujourd’hui en France, que publica vídeos da tragédia postados nas redes sociais por internautas brasileiros.”

“Já o canal de televisão francês TF1, a principal emissora privada do país, mostrou imagens da água invadindo as ruas e cenas aéreas de bairros inundados.”

“A chuva diminuiu nas últimas horas, dando uma trégua para equipes de resgate que quase sempre não têm como reagir”, afirma o jornalista que narra as imagens.

O site do canal Russia Today ressalta em sua versão em espanhol que o governo federal decretou estado de emergência em várias cidades de Minas Gerais, e explica que Bombeiros, Exército e Defesa Civil continuam atuando na região para evitar novos deslizamentos.

O canal de televisão Al Jazeera explica que mais chuvas estão previstas nos próximos dias, não apenas em Minas Gerais, mas também no Rio de Janeiro e em São Paulo. “O período de dezembro a abril é geralmente o mais chuvoso do sul do Brasil”, explica a emissora.

O assunto também ganhou destaque nos jornais argentinos La Nacion, e El Clarín.

Já o vespertino francês Le Monde e diário norte-americano The New York Times lembram em seus sites que as tempestades coincidem com o primeiro aniversário do rompimento da barragem de Brumadinho, que “deixou 211 mortos e 95 desaparecidos”. Le Monde também ressalta que há uma semana, seis pessoas morreram vítimas de inundações e deslizamentos provocados por chuvas no Espírito Santo.

CC

Comentários

comentários

Veja também