Carlos Lima
Hoje dia 31/03/2020 às 10:28:29

Polícia
Carlos Lima | Publicado em 02/03/2020 às 11:23:50

Decisão do TJ-RJ trava investigações envolvendo Flávio Bolsonaro

Decisão do TJ-RJ trava investigações envolvendo Flávio Bolsonaro Flávio Bolsonaro

Segundo reportagem publicada nesta segunda-feira (2) pelo jornal O Globo, membros do Ministério Público do Rio (MP-RJ) encontraram obstáculos para concluir investigações por lavagem de dinheiro e peculato (desvio de recursos públicos) no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro, em uma decisão de caráter provisório, expedida na segunda metade do mês de janeiro deste ano.

O desembargador da Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), Antônio Carlos Nascimento Amado, determinou em janeiro a paralisação da investigação sobre o empresário Alexandre Ferreira Dias Santini, através de uma liminar.

No entanto, decisão não interrompe toda a investigação contra o filho mais velho do Inquilino do Palácio do Planalto.

A sociedade de Flávio com Santini é considerada pelos investigadores uma peça importante do caso, sobretudo na apuração sobre lavagem de dinheiro. Segundo os promotores, a loja foi usada por Flávio para lavar cerca de R$ 1,6 milhão em dinheiro vivo.

Por conta da decisão, se o MP decidir apresentar denúncia contra o senador não poderá incluir seu sócio enquanto a liminar estiver em vigor — o que, na avaliação de pessoas próximas à investigação, enfraqueceria parte da tese de lavagem de dinheiro.

Santini é sócio de Flávio Bolsonaro (Sem partido), na loja da franquia Koppenhagen de chocolates, da empresa Bolsotini Chocolates e Café, em um shopping na Zona Oeste da capital fluminense.

Brasil

Comentários

comentários

Veja também