Carlos Lima
Hoje dia 21/11/2017 às 19:22:46

Polícia
Carlos Lima | Publicado em 06/09/2017 às 14:10:53

Grupo armado rouba carro-forte e explode em Rodovia de São Paulo

Grupo armado rouba carro-forte e explode em Rodovia de São Paulo Carro-forte ficou destruído após explosão na Rodovia Carlos Tonani em Barrinha, SP (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Um grupo fortemente armado explodiu e roubou um carro-forte da Protege na manhã desta quarta-feira (6) próximo ao quilômetro 108 da Rodovia Carlos Tonani (SP-333), entre Barrinha (SP) e Jaboticabal (SP).

Em nota, a Protege informou que “está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações ainda em curso”. A empresa destacou que “cumpre rigorosamente a legislação vigente do setor e tem como política não comentar sobre valores transportados”.

Segundo informações da Polícia Militar, os suspeitos estavam em quatro carros e interceptaram o carro-forte, obrigando o motorista a parar na pista. O grupo chegou a atirar contra o veículo, mas nenhum funcionário ficou ferido.

Em seguida, os seguranças foram retirados do carro-forte, que foi explodido e ficou completamente destruído. O impacto da explosão chegou a destruir o guard-rail no canteiro central da rodovia. O Corpo de Bombeiros esteve no local para apagar focos de incêndio.

Os destroços do veículo permanecem no meio da pista, próximo a uma praça de pedágio. A Polícia Rodoviária interditou a rodovia nos dois sentidos, mas não há congestionamento no local, porque o tráfego está sendo desviado pela marginal.

A concessionária que administra o trecho informou que os motoristas estão sendo orientados a fazer um desvio, utilizando alças de acesso a poucos metros do local bloqueado. Equipes estão orientando os condutores.

A PM ainda não informou o valor roubado, e nem quantos homens participaram da ação. O caso será encaminhado à Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sertãozinho (SP).

Segundo caso

Esse é o segundo ataque a carro-forte registrado no mesmo local em quase seis meses. Na noite de 13 de março, cerca de 10 homens armados com fuzis explodiram e roubaram um veículo da Protege no quilômetro 100 da rodovia.
O veículo havia sido carregado com dinheiro em Jaboticabal e cidades próximas, e seguia para Ribeirão Preto (SP). Em um Honda CR-V, os suspeitos ultrapassaram o carro-forte e passaram a atirar contra ele com a intenção de atingir o motor.
A viatura deixou então a pista e parou no canteiro central. Os assaltantes ordenaram que os vigilantes desocupassem o carro e fugissem pelo canavial. Em seguida, o grupo explodiu o cofre do veículo. Parte do dinheiro ficou espalhada na pista.
Na fuga, a quadrilha foi surpreendida por policiais militares que realizavam um cerco entre as rodovias José Corona e Deputado Cunha Bueno (SP-253). Houve troca de tiros e um PM de 28 anos morreu, após ser atingido por um disparo na cabeça.
Três dias depois, um veículo blindado suspeito de ter sido usado pelo grupo foi encontrado incendiado em um canavial em Guatapará (SP).

G1

Comentários

comentários

Veja também