Carlos Lima
Hoje dia 23/09/2018 às 09:54:09

Polícia
Carlos Lima | Publicado em 15/05/2018 às 09:22:46

MPF PEDE NOVAMENTE PRISÃO DE PAULO PRETO, SOLTO POR GILMAR EM HC

MPF PEDE NOVAMENTE PRISÃO DE PAULO PRETO, SOLTO POR GILMAR EM HC PAULO PRETO E GILMAR MENDES

Após ser libertado pelo ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal por meio de um Habeas Corpus, o doleiro Paulo Preto, ex-diretor da Dersa, apontado por delatores como receptor de propinas destinadas ao PSDB. Conforme publicado pelo Cafezinho em 02/05, o doleiro teria recebido 173 milhões de reais.

Ao não comparecer no depoimento, Paulo Preto teve novamente pedido de prisão feito pelo Ministério Público:

“Não há justificativa para a sua ausência, sobretudo a desnecessidade da mesma em virtude de um HC que lhe concedeu a liberdade, não o dispensou de comparecimento aos demais atos processuais”, afirmou a procuradora Adriana Scordamaglia na peça, em trecho publicado pelo Poder 360. O novo pedido de prisão está em análise na justiça.

ACUSAÇÕES:

A Lava-Jato fica no chinelo quando o assunto é desvio de dinheiro durante obras do governo tucano em São Paulo. Segundo a Folha de São Paulo noticiou nesta quarta-feira (02/05), o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, é suspeito de ter desviado R$ 173 milhões em obras do rodoanel.

Acusado de ser o operador do PSDB, Paulo Preto pode ter alcançado o recorde de desvios na gestão Kassab (PSD).

Paulo Preto só parou na gestão Fernando Haddad (PT), quando o ex-prefeito petista interrompeu obras da ligação entre a Avenida Roberto Marinho com a rodovia Imigrantes.

Geraldo Magela

Comentários

comentários

Veja também