Carlos Lima
Hoje dia 19/04/2018 às 15:28:19

Polícia
Carlos Lima | Publicado em 27/01/2018 às 11:08:35

PF entrega ao STF as malas do “bunker” de Geddel

PF entrega ao STF as malas do “bunker” de Geddel O ex-ministro é alvo de inquérito no tribunal. A Polícia Federal acredita que os R$ 51 milhões encontrados nas malas são oriundos de propina

As nove malas encontradas no “bunker” do ex-ministro Geddel Vieira Lima estão agora em poder do Supremo Tribunal Federal (STF). Entregues pela Polícia Federal à Corte, elas continham os R$ 51 milhões apreendidos em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador, no dia 5 de setembro do ano passado. Investigadores da Lava Jato acreditam que o montante é propina oriunda do PMDB, da Odebrecht e do operador financeiro Lúcio Funaro. A notícia da entrega das malas ao STF foi publicada primeiro pela coluna Expresso, da revista Época.

Geddel e o irmão, Lúcio Vieira Lima (MDB-BA), são alvos de inquérito no STF. Preso no Complexo Penitenciário da Papuda desde setembro, após a descoberta das malas cheias de dinheiro no apartamento na capital baiana, Geddel não esclareceu de onde veio a bolada. Ele e Lúcio foram denunciados pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, por lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Segundo a acusação, de 2010 até 5 de setembro do ano passado, a família Vieira Lima cometeu crimes de ocultação da origem, localização, disposição, movimentação e propriedade das cifras milionárias em dinheiro vivo. Até janeiro de 2016, as notas ficaram escondidas em um closet na casa de Marluce Vieira Lima, mãe de Geddel e Lúcio. Após essa data, afirma Raquel Dodge, R$ 42 milhões e cerca de U$ 2,5 milhões foram transferidos, em malas e caixas, para um apartamento no bairro da Graça, em Salvador. Semanas depois, esses valores foram levados para um imóvel vizinho, onde ocorreu a apreensão pela Polícia Federal, na Operação Tesouro Perdido.

CLAUDIO FERNANDES

Comentários

comentários

Veja também