Carlos Lima
Hoje dia 20/10/2017 às 18:05:49

Política
Carlos Lima | Publicado em 09/10/2017 às 09:13:17

Arthur Virgílio diz que quer concorrer ao Planalto

Segundo ele o PSDB está mais do que rachado

Arthur Virgílio diz que quer concorrer ao Planalto Arthur Virgílio, prefeito de Manaus, candidato a presidente da República

O tucano Arthur Virgílio (AM), prefeito de Manaus que anunciou a intenção de ser candidato a presidente, diz que o PSDB está “mais que rachado”.

Segundo ele, o estado do partido é “petrificado”. A legenda “vive certos mitos como o de que as denúncias de corrupção atingiram os partidos ao redor, mas não ele mesmo”.

As afirmações de Virgílio foram proferidas em entrevista ao portal de notícias Uol.

Ele criticou correligionários, como o prefeito de São Paulo, João Doria. “Governar a cidade de São Paulo é mais importante que governar a Argentina, mas ele fica dando a entender que pode ser candidato à Presidência

e ainda com insinuações de que, se não for candidato pelo PSDB, pode ser por outro partido. Que história é essa?”

Geraldo Alckmin também está no hall de criticados por Virgílio na entrevista. O governador de São Paulo teria “visão paulistocêntrica”. “O Alckmin precisa ser beliscado e acordar para as regiões Norte e Nordeste”, disse Virgílio.

O prefeito de Manaus também disse que é “inevitável” a saída definitiva de Aécio Neves (PSDB-MG) da Presidência do partido. O cacique mineiro é fustigado por acusações desde que explodiu o escândalo da delação da JBS. Está afastado do cargo.

Virgílio diz que o medo da violência produzida pelo crime organizada alimenta Jair Bolsonaro (PSC-RJ), provável candidato.

“Esse clima de medo dá voto a uma pessoa sem qualificação como o Bolsonaro porque ele fala coisas que não têm começo, meio e fim. Ele se aproveita do desalento das pessoas com os partidos como o PSDB, PT e outros.”

Tales Faria

Comentários

comentários

Veja também