Carlos Lima
Hoje dia 03/04/2020 às 22:16:33

Política
Carlos Lima | Publicado em 24/02/2020 às 15:53:08

Globo esconde crítica da Mangueira a Jair Bolsonaro

Globo esconde crítica da Mangueira a Jair Bolsonaro O Jesus da gente

Terceira escola a entrar neste domingo na Sapucaí, a Mangueira teve como samba-enredo “A Verdade vos Fará Livre”, que narra a trajetória de Jesus Cristo, uma crítica a Jair Bolsonaro, à mistura de religião com política e a quem manifesta intolerância religiosa.

O mote da escola foi um Cristo “da gente”, com “rosto negro, sangue índio, corpo de mulher”.

Versos falam de “opressão” e “profetas da intolerância”.

Em um dos trechos a Mangueira cantou: “Favela, pega a visão/ Não tem futuro sem partilha/Nem Messias de arma na mão”.

Mas, ao transmitir o desfile, a Globo não mencionou em momento algum os versos mais polêmicos, nem mesmo para dizer que, segundo os autores, não é uma referência a Bolsonaro.

Alex Escobar e Fátima Bernardes interpretaram o desfile.

Lamentável a postura da Rede Globo.

Mais uma vez se posta de joelhos diante do fascismo e dos seus interesses escravagistas.

Bolsonaro e a Rede Globo se merecem.

Parabéns, mais uma vez, a Escola e Samba Mangueira.

Mostra a realidade das práticas religiosas que faz dos ensinamentos de Cristo um escambo para nutrir sua fome de riqueza e poder.

Que vergonha nos impõe a Rede Globo.

cljornal

“Favela, pega a visão
Não tem futuro sem partilha
Nem messias de arma na mão”

A Mangueira trouxe para a Avenida o Jesus da gente, do nosso Brasil. Seu enredo engajado e encantador é de encher os olhos. Viva a Estação Primeira!

Sâmia Bomfim

 

Comentários

comentários

Veja também