Carlos Lima
Hoje dia 26/04/2019 às 02:24:06

Política
Carlos Lima | Publicado em 13/04/2019 às 10:30:45

Governo quer romper acordo Maia-Centrão, crise entra na ordem do dia

Governo quer romper acordo Maia-Centrão, crise entra na ordem do dia

O acordo entre Rodrigo Maia e o centrão para que a emenda do Orçamento Impositivo fosse votada antes do relatório sobre a PEC da Previdência já tinha toda a pinta de ser um estratagema para adiar a votação da proposta previdenciária.

Disfarçado, claro, porque prometiam votar “a jato” a proposta de tornar obrigatório o pagamento das emendas parlamentares ao orçamento retomar em seguida a PEC previdenciária, embora a gente saiba que votar que 2+2 são quatro, quando se quer, dura uma eternidade.

Mas o Governo parece querer desfazê-lo, comocando numa “saia justa” o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Felipe Fracischini, que disse agora há pouco que vai colocar em votação o requerimento de inversão de pauta e, de fato,  colocou o Orçamento impositivo na relação dos projetos a serem votados.

Sozinho, o governo não tem a menor chance de manter a pauta e, se tentar, só conseguirá estender o impasse.

A menos que queira, apenas, “marcar posição”.

Salvo por um milagre, o relatório não será aprovado antes da Semana Santa.

E, portanto, a reforma não irá a plenário antes do segundo semestre.

FERNANDO BRITO

Comentários

comentários

Veja também