Carlos Lima
Hoje dia 21/09/2018 às 07:45:57

Política
Carlos Lima | Publicado em 03/09/2018 às 10:43:30

Lula cresce até em pesquisa de banqueiros

Lula cresce até em pesquisa de banqueiros Lula continua crescendo nas pesquisas

Até na pesquisa dos banqueiros, a produzida para o BTG Pactual, com entrevistas realizadas anteontem e ontem,  Lula continua a crescer, mesmo depois da decisão autoritária do TSE em negar-lhe o registro.

Passa de 35% para 37% o que, mesmo dentro da margem de erro, significa que não houve tendência de baixa provocada pelos impensáveis “donos do voto” togados.

Alckmin, o latifundiário da TV, não se mexe.

Claro que a mídia vai ficar martelando o “baixo crescimento” de Fernando Haddad, sem entender que é Lula o candidato, apesar de todo o esforço para que não ele não possa ser.

O povão não tem “plano B” porque não pensa com ardis e arranjos.

O sentimento popular é uma torrente, que sabe encontrar o caminho para despejar-se.

O Instituto FSB Pesquisa entrevistou, por telefone, 2.000 eleitores com idade a partir de 16 anos, nas 27 Unidades da Federação (Ufs). A margem de erro no total da amostra é de 2pp, com intervalo de confiança de 95%.

A amostra é controlada a partir de quotas de: (a) sexo, (b) idade, (c) região e (d) tipo de telefonia (fixa e móvel).

Após a pesquisa, foi aplicado um fator de ponderação para corrigir eventuais distorções em relação ao plano amostral.

As entrevistas foram telefônicas, realizadas por entrevistadores por meio de telefones fixos e móveis, nos dias 01 e 02 de setembro de 2018.

Essa pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-01057/2018

Observando a legislação eleitoral, a metodologia e o questionário da presente pesquisa foram registrados na última terça-feira (28).

A decisão do TSE na última sexta-feira (31), que determinou a inelegibilidade do candidato Lula a presidência, não está refletida em todos os cenários.

O Estatístico responsável: Neale El-Dash, Conre 8656-A

LULA – 37% na estimulada Lula chega a 40%
BOLNSONARO – 22%   Bolsonaro a 26%
João Amoêdo – 7%
Geraldo – Alckmin – 6%
Marina Silva –  5%
Ciro Gomes – 4%
Alvaro Dias – 3%

Guilhefme Boulos – 1%

Henrique Meirelles – 1%

Cabo Caciolo – 1%

Outros  0,%
Nenhum Ninguém/ 9%
Branco/ Nulo – %
Não Sabe – 2%
Não Respondeu – 0%

Comentários

comentários

Veja também