Carlos Lima
Hoje dia 22/10/2018 às 11:42:42

Política
Carlos Lima | Publicado em 27/04/2018 às 09:13:40

Michel Temer recebe presidente do Chile

Michel Temer recebe presidente do Chile Beto Barata

O presidente Michel Temer receberá nesta sexta-feira (27) em Brasília o presidente do Chile, Sebastián Piñera.
Pela programação, Piñera também se encontrará com os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia.
Piñera fará nesta sexta-feira visita de Estado ao Brasil, a mais alta na diplomacia. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o presidente chileno chegará às 11h ao Palácio do Planalto para a reunião com Temer.
Após o encontro, os dois presidentes deverão participar de uma cerimônia de assinatura de acordos entre Brasil e Chile (leia detalhes mais abaixo). Temer e Piñera também farão uma declaração conjunta à imprensa.
Concluída a agenda no Planalto, os presidentes seguirão para o Palácio Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, onde almoçarão juntos.
Sebastián Piñera vem ao Brasil pela primeira vez desde que tomou posse como presidente do Chile, em março.
Temer foi um dos chefes de Estado que acompanharam a cerimônia de posse de Piñera e, há duas semanas, os dois ainda se reuniram no Peru, durante a Cúpula das Américas.
Conforme o MRE, o Brasil é o principal destino dos investimentos chilenos no exterior e o principal parceiro comercial do Chile na América do Sul. No ano passado, o intercâmbio comercial entre os países chegou a US$ 8,5 bilhões, alta de 22% em relação ao mesmo período de 2016.

Acordos

Em vídeo divulgado pelo Itamaraty, o subsecretário-geral para América Latina e Caribe, embaixador Paulo Estivallet de Mesquita, informou que Brasil e Chile devem assinar dois acordos nesta sexta-feira.
“Haverá a assinatura de dois acordos. Um acordo sobre compras governamentais e um [protocolo] sobre serviços financeiros vinculado a investimentos”, afirma o diplomata na gravação.
Em geral, acordos de compras governamentais permitem que as empresa dos países envolvidos participem de licitações públicas nas mesmas condições. Neste caso, empresas brasileiras disputarão licitações no Chile com o mesmo tratamento conferido a uma empresa chilena, por exemplo.

Estivallet afirmou, ainda, que Temer e Piñera também vão anunciar nesta sexta a negociação para um acordo bilateral de livre-comércio. A discussão visa incluir novos temas a acordos comerciais já firmados.
Segundo o ministério, na declaração conjunta, os dois presidentes vão “passar em revista a ampla pauta do relacionamento bilateral, abrangendo assuntos comerciais, projetos de infraestrutura, assuntos consulares, cooperação nas áreas de defesa, ciência e tecnologia, cultura e assuntos antárticos e temas multilaterais e regionais”.

Sebastián Piñera

Aos 68 anos, o presidente Sebastián Piñera governa o Chile pela segunda vez. Ele comandou o país entre 2010 e 2014 e, depois de quatro anos da segunda gestão de Michelle Bachelet, tomou posse em março para um novo mandato, que vai até 2022.
Político de viés conservador e empresário bilionário, Piñera nasceu em Santiago e formou-se em engenharia comercial na Universidade Católica do Chile. No Estados Unidos, concluiu mestrado e doutorado em economia na Universidade Harvard.
A carreira política de Piñera teve início na década de 1990, quando assumiu o mandato de senador. Ele foi eleito presidente pela primeira vez em 2010. Foi sucedido por Michelle Bachelet, política de esquerda, e retornou ao poder neste ano.

Guilherme Mazui

Comentários

comentários

Veja também