Carlos Lima
Hoje dia 18/11/2017 às 17:34:54

Política
Carlos Lima | Publicado em 19/10/2017 às 16:43:31

Oposição quer impedir votação de denúncia em plenário

Oposição quer impedir votação de denúncia em plenário Imagem de arquivo

“Vamos impedir que eles votem e enterrem a segunda denúncia no plenário. O que Temer vai enfrentar agora é uma sangria prolongada, pois o governo tem votos para rejeitar a denúncia mas não os 342 que autorizam o início da votação”, anuncia o deputado Silvio Costa (Avante-PE), esperando que desta vez todas os partidos de oposição e os que votaram contra Temer na primeira denúncia mantenham a estratégia da obstrução.

À luz dos números, a oposição tem chances de fazer valer a tática de sangrar Temer. Na votação da primeira denúncia, Temer ganhou com o voto de 263 deputados a favor do relatório Abi-Ackel, contrário a denúncia. A oposição obteve 227 votos a favor de que ela fosse aceita mas a votação só começou porque parte dos deputados que votaram contra Temer, inclusive do PT, marcaram presença garantindo o quórum mínimo de 342. Desta vez, se os 227 que votaram contra Temer negarem quórum, restarão ao governo apenas 286 deputados, contando que os 513 compareçam. Ou seja, estarão faltando 56 votos para a obtenção do quórum e a realização da votação.

-Nós temos que ser realistas. Não temos votos para ganhar mas eles não têm 342 para garantir a votação. A arma que nos resta é a obstrução, impedindo que Temer enterre a denúncia, condenando-o a ficar no cargo mas sangrando, com esta faca no pescoço. Para o Brasil não fará diferença porque Temer já não governa, quem governa é o Meirelles. Temer só faz correr atrás de deputado em busca de voto, prometendo emendas e medidas imorais como esta do trabalho escravo – diz Silvio Costa.

O êxito desta estratégia, entretanto, depende de uma unidade absoluta das oposições, e da adesão dos deputados da base governista que também votaram contra Temer na primeira denúncia, pois os 227 votos não vieram apenas de partidos de oposição. Daqui para o dia 25, esta unidade precisa ser construída.

O governo, é claro, também já está se precavendo para esta situação. Muitos deputados da base já estão sendo abordados com o seguinte argumento: tudo bem, você pode votar a favor da denúncia. Queremos apenas que ajude a garantir o quórum marcando presença. E tome oferta de bondades.

TEREZA CRUVINEL

Comentários

comentários

Veja também