Programa de Bolsonaro é abertamente fascista, diz Jean Wyllys

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O ex-deputado federal pelo PSOL-RJ Jean Wyllys criticou a formação de uma nova sigla por Jair Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil. “A aliança que a nova sigla propõe é tenebrosa e desde já põe em risco os liberais nos costumes, as pessoas identificadas com a esquerda e todas as pessoas que não professam o cristianismo fundamentalista”, escreveu Wyllys no Twitter.

“Não se pode, nessa altura do campeonato, e vivendo o que estamos vivendo, tratar fascismo com outro nome (e não explicá-lo às pessoas). Trata-se de fascismo. E o fascismo é o inferno”.

De acordo com o ex-parlamentar, “o golpe fundamentalista cristão na Bolívia – em que pese o malabarismo intelectual de cientistas políticos neoliberais para negá-lo – e o lançamento dessa nova sigla não é mero acaso; não é mera coincidência. E todas as pessoas democratas deveriam estar atentas a isso”.

“Aliás, o uso da Fita de Möbius (ou Anel de Möebius) na logomarca da sigla mostra que o imbecil violento Bolsonaro está apenas servindo a uma inteligência de extrema-direita cristã fundamentalista e supremacista branca – Stevie Bannon – que quer destruir a democracia no mundo”, continuou.

“Vamos dar os nomes aos bois, @Folha? A nova sigla é FASCISMO escancarado. E uma promessa de violência política, censura e racismo religioso que não pode e não deve ser tratada com essa condescendência”.

 

247

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS