Carlos Lima
Hoje dia 21/09/2018 às 21:45:30

Política
Carlos Lima | Publicado em 08/12/2016 às 10:56:35

Renan recebeu orientação de um ministro do STF para não receber oficial

Renan recebeu orientação de um ministro do STF para não receber oficial STF julga afastamento de Renan da presidência do senado

Não existe moralmente como avaliar o comportamento do ministro do STF que orientou o presidente do senado Renan Calheiro a não receber o oficial de justiça.

Na verdade, fato de tal natureza desnuda a integridade do STF, e o coloca em igualdade de condições com os padrões de corrupção que existem na politica nacional e o que mais desmoralizante, no cerne dos poderes constituídos desse país.

Como o povo pode acreditar na lisura da justiça, se a maior expressão do Poder Judiciário da provas em contrário.

Se as leis atualmente estão condicionadas aos interesses e poder dos interessados.

A crise política e moral do país se consolidaram também como institucional e leva a nação ao fundo do poço.

O ministro que aconselhou Renan provocou a abertura de uma das feridas no STF que vai demorar a cicatrizar.

A outra foi a votação de ontem do STF, essa demorar muito mais  a fechar entre os ministros do STF.

Ontem à noite, um deles demonstrou, em uma conversa privada, estar profundamente triste com a decisão do colegiado.

Ou seja, as decisões estão fugindo ao verdadeiro comportamento do STF, a justiça se deixou contaminar.

De agora em diante não se pode falar sobre a isenção dos julgamentos do STF, as conveniências políticas estão atropelando a interpretação e aplicação das Leis.

Saliente-se que depois da votação de ontem no STF, O clima na Procuradoria-Geral da República era e ainda é de revolta com a decisão da maioria do STF de manter Renan Calheiros no cargo.

Fato confirmado na manhã de hoje por um integrante da cúpula da PGR dizendo o seguinte:

 “O STF ignorou o processo da coisa em si. A assessoria do Renan mentiu para o oficial de Justiça para não receber a notificação. Os ministros deram as costas para o Judiciário como um todo.”

É uma vergonha nacional.

cljornal com informações de Lauro Jardim

Comentários

comentários

Veja também