Sumiço de Carluxo do Twitter se explica: polícia investiga briga com Marielle

Carluxo suspeito

stá explicado o sumiço de Carlos Bolsonaro das redes sociais desde a semana passada.

O jornalista Kennedy Alencar, em seu comentário agora há pouco na CBN (ouça abaixo) diz que a “Polícia Civil do Rio trabalha com hipótese nova, de envolvimento do vereador Carlos Bolsonaro neste caso, que está há 616 dias sem solução.

Segundo essa linha de investigação, o vereador teria uma relação próxima com o Ronnie Lessa, acusado de ter disparado contra Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes.

Carlos e Marielle tiveram uma discussão forte na Câmara Municipal. Havia um clima de hostilidade entre os dois. A polícia trata com cautela essa hipótese, mas ela faz parte da apuração do caso. O leque está em aberto”.

Não precisa ser adivinho para saber que a esta hora o sr. Jair Bolsonaro está dizendo cobras e lagartos sobre o Governador Wilson Witzel, a respeito de quem – contam os que lhe são próximos – não economiza répteis.

O pior é que a briga dos dois se transforma numa briga de polícias – federal e estadual – que impede que a apuração de um crime de morte vá em frente.

Esperem a reação do presidente: será violenta e vitimista: “estão atacando meus filhos”.

Fernando Brito

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS