Carlos Lima
Hoje dia 28/03/2020 às 21:17:07

Prefeitura
Carlos Lima | Publicado em 20/02/2020 às 12:54:29

Hospital da Mulher: Enfermeiras recebem capacitação sobre técnicas que evitam o excesso de furadas nos recém-nascidos

Hospital da Mulher: Enfermeiras recebem capacitação sobre técnicas que evitam o excesso de furadas nos recém-nascidos Fotos: Fátima Brandão

As enfermeiras do Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher), que atuam na equipe de Acessos Vasculares, estão recebendo uma capacitação sobre novas técnicas que evitam o excesso de furadas nos recém-nascidos. A qualificação, iniciada na última terça-feira, 18, será encerrada nesta quinta-feira, 20, e está sendo ministrada Santos pela enfermeira Fernanda Boschi, consultora educacional da Becton Dickson e também pelo Apoiador Científico do time de acessos do HIPS, Luciano Marques professor da Universidade Estadual de Feira de Santana -UEFS.

O Cateter Central de Inserção Periférica (PICC) é inserido em veia periférica que progride até a veia cava superior ou inferior, adquirindo localização central, promovendo maior segurança e conforto aos pacientes. Este cateter é inserido por enfermeiro capacitado, conforme Resolução do Conselho Federal de Enfermagem nº 258/2001.

Para o prefeito Colbert Martins Filho, médico por formação, a capacitação resultará em um serviço de melhor qualidade. “Nossos investimentos em novas tecnologias visam qualificar o cuidado ao recém-nascido com necessidade de terapias intravenosa e infusional. O Hospital da Mulher vai oferecer para os pacientes, profissionais enfermeiros do time de acessos vasculares a qualificação sobre a utilização da técnica de Seldinger, guiada por ultrassom no período do neonatal para a inserção de Cateter Central de Inserção Periférica (PICC). Este é um  dispositivo vascular permanente que permite o fim das ‘várias furadas’ em pacientes que precisam de tratamento por via endovenosa”, explica Colbert.

Para a presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, este é mais um importante investimento que beneficia tanto a equipe profissional, como os pacientes do Hospital da Mulher. “Com o apoio do prefeito Colbert Martins Filho, cada vez mais investimos no desenvolvimento para melhoria da nossa assistência e assim poderemos oferecer mais segurança para nossa equipe e também nossos pacientes”.

A inserção do PICC com a técnica e tecnologias propostas contribuirá para a oferta de um cuidado mais seguro, de excelência e qualidade ao recém-nascido, principalmente aqueles em cuidados críticos e semi-críticos. Q equipe de acessos vasculares do HIPS é composta pelas enfermeiras: Juliana Bahia Righaud, Marcella Athayde, Mariana Gonçalves, Janete Silva  e Tâmara Melo.

PMFS

Comentários

comentários

Veja também