Carlos Lima
Hoje dia 23/09/2018 às 02:45:59

Região
Carlos Lima | Publicado em 28/11/2016 às 00:02:09

Avião monimotor cai e mata duas pessoas

Avião monimotor cai e mata duas pessoas Duas pessoas morrem em queda de monimotor

A queda de um avião monomotor, matou os dois tripulantes em Espumoso, no norte do Rio Grande do Sul. A aeronave de Passo Fundo havia feito um pouso no aeroporto local para reabastecer e caiu cerca de 300 metros após o final da pista, em um gramado.

Morreram o passageiro da aeronave, J. R. K., 33 anos, que era diretor executivo do Grupo Cielo, empresa de Passo Fundo que atua no ramo de equipamentos de segurança veicular, e o piloto do Grupo Cielo, D. B., 34 anos, que também era diretor de instrução no Aeroclube de Passo Fundo.

Informações preliminares indicam que o avião estava com excesso de carga — ele estava abastecido com garrafas de vodca — e a decolagem ocorreu com vento de cauda — quando as rajadas vêm de trás da aeronave (cauda) e vão para frente (proa) —, o que não é indicado nessas situações.

A aeronave é um modelo fabricado pela Embraer conhecido como Corisco e tinha matrícula PT-NQS. Com capacidade para três pessoas, é considerada de pequeno porte e bastante utilizada no mercado executivo da aviação.

Segundo os registros da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião estava com a documentação em dia.

Uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) deve investigar as causas do acidente, com objetivo de evitar que outros aconteçam pelos mesmos motivos e promover a segurança de voos.

Paralelamente, como houve morte, a Polícia Civil vai apurar o que ocasionou a queda.

enviado pelo internauta Marcos Smith

Comentários

comentários

Veja também