Carlos Lima
Hoje dia 20/02/2018 às 07:32:44

Região
Carlos Lima | Publicado em 14/02/2018 às 16:36:07

Carnaval de Salvador tem 99 casos de lesões corporais e termina sem mortes

Carnaval de Salvador tem 99 casos de lesões corporais e termina sem mortes Conforme secretaria, houve queda de 16,9% nos casos de roubos e furtos registrados.

O Carnaval da Bahia, em Salvador e em 33 cidades do interior, não registrou nenhuma morte nos circuitos oficiais da festa, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

Na capital baiana, nos circuitos da Barra/Ondina (Dodô), Campo Grande (Osmar) e Centro Histórico (Batatinha) foram registrados 99 casos de lesões corporais. Segundo a SSP-BA, este número foi o mesmo do ano passado.

Apenas um caso, relacionado à violência contra a mulher, foi considerado grave pela SSP-BA e a vítima, que não teve o nome divulgado, já teve alta médica.

Conforme a SSP-BA, neste ano, os sete dias oficiais de festa ocorreram também sem qualquer tentativa de homicídio, lesão corporal dolosa ou latrocínio.

Foram 764 ocorrências de roubos e furtos registrados, contra 919 computadas no ano passado, o que representa queda de 16,9%. A SSP-BA também informou que foram reduzidos em 60% os índices de roubo a ônibus na cidade, no mesmo período.

De acordo com a secretaria, os portais de abordagem revistaram mais de 1,5 milhão de foliões, resultando em 494 objetos cortantes apreendidos, 233 deles considerados armas brancas.

Ao longo dos dias de festa, foram conduzidas por policiais 2.164 pessoas, sendo 55 presas em flagrante. Entre os flagrantes, quatro prisões foram de violência contra a mulher, crime que também gerou seis conduções aos postos da Polícia Civil.

Quatro armas brancas ainda foram apreendidas em abordagens dentro dos circuitos e geraram ocorrências policiais nas unidades judiciárias.

Foram apreendidas ainda porções de drogas, como maconha, cocaína e crack, tubos de lança perfume, comprimidos de ecstasy, entre outros entorpecentes.

Agressão grave

Apesar do balanço da SSP-BA sobre os crimes que ocorrem nos circuitos oficiais da capital baiana, um caso de agressão grave ocorreu com um folião que voltava da festa, nas proximidades do circuito Dodô. Uma câmera de segurança de um prédio registrou o momento em o jovem Kaíque Abreu, 22 anos, na madrugada da última sexta-feira (9).

Jovem foi agredido ao voltar para casa, no circuito Barra-Ondina (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Jovem foi agredido ao voltar para casa, no circuito Barra-Ondina (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Ele está internado no Hospital Português, em estado grave. O rapaz voltava sozinho da festa, após se perder dos amigos. O caso é investigado pela 14º Delegacia Territorial (DT/Barra). Os agressores devem ser apresentados em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (14).

Por G1

Comentários

comentários

Veja também