Carlos Lima
Hoje dia 19/09/2019 às 14:29:33

Região
Carlos Lima | Publicado em 01/11/2015 às 18:40:00

Namorado mata companheira e envia vídeo para a mãe da vítima

Namorado mata companheira e envia vídeo para a mãe da vítima A jovem estuprada e morta

A jovem Gabryella Oliveira Bonfim Sampaio, de 24 anos, foi assassinada a facadas na casa da avó do namorado dela, no bairro Novo México, em Vila Velha.

Segundo a polícia, o principal suspeito do crime é o namorado da vítima, Thiago Rosa do Sacramento, 25 anos.

O rapaz ligou para a mãe de Gabryella, a doméstica Neize Oliveira Bonfim, 43 anos, momentos antes do crime informando que iria estuprar e matar a jovem e, em seguida, enviou um vídeo para o celular dela, com toda ação.

A mãe de Gabryella só conseguiu acessar a internet e assistir ao vídeo na manhã de terça-feira (24). Depois de ver as imagens, ela acionou a polícia. Ao chegarem os policiais encontraram a jovem morta. Além de ter sido esfaqueada, Gabryella morreu com um celular na boca. A vítima pode ter sido estuprada, uma vez que estava seminua quando foi encontrada.

O suspeito,Thiago, está foragido.

Neize Oliveira a ligação do suspeito por volta das 23h30. Segundo ela, Thiago disse que estava com na companhia de outro rapaz.

O corpo da jovem

O corpo da jovem

Após informar que os dois iriam estuprar e matar a jovem, ele enviou o vídeo, mostrando o que estavam fazendo com a vítima.

“No vídeo, ele violentava a minha filha e ela só gritava, pedindo para ele parar. Então acionei a Polícia Militar e fui até a casa. Eu cheguei primeiro e percebi que havia uma pessoa lá dentro”, lembrou Neize.

Quando chegaram, os PMs não conseguiram entrar na casa de imediato, porque ela estava fechada. A doméstica e o marido foram com alguns policiais para a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), de Vila Velha, a fim de conseguirem uma autorização judicial para entrarem na residência, mas outros PMs, que tinham permanecido no local, acabaram encontrando a proprietária do imóvel e então conseguiram entrar.

“Ao revistarmos a casa, encontramos a Gabryella caída no chão, ensanguentada e seminua”, disse o sargento Gama, da 2ª Companhia do 4º BPM. A jovem foi assassinada com um corte profundo no pescoço e cinco facadas no mesmo local.

Os familiares de Gabryella e de Thiago acreditam que o suspeito foi o autor do crime. Segundo Neize, os dois namoravam há cinco meses, mas a família da jovem era contra esse relacionamento, porque Thiago é ex-presidiário e era usuário de drogas.

Além disso, o suspeito tinha ciúmes da vítima e ela já havia sido agredida por ele. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção às Mulheres”.

O corpo foi  encaminhado do DPT para necropse e em seguida entregue aos familiares para o sepultamento.

Cljornal com informações da Gazeta online

Comentários

comentários

Veja também