Carlos Lima
Hoje dia 20/01/2018 às 11:10:30

Região
Carlos Lima | Publicado em 14/12/2017 às 12:54:37

Policia identifica suspeitos de matar funcionário que prestava serviço a Petrobras

Policia identifica suspeitos de matar funcionário que prestava serviço a Petrobras Funcionário de empresa que presta serviço a Petrobras foi morto em assalto a campo de sonda terrestre (Foto: Reprodução/Facebook)

Os suspeitos de matar o funcionário que prestava serviço a Petrobras, durante assalto realizado em sonda terrestre em uma fazenda da cidade de Mata de São João, na região metropolitana de Salvador, foram identificados, segundo informações da Polícia Civil divulgadas nesta quinta-feira (14). Os autores, dois adultos e uma adolescente, só terão os nomes divulgados após serem encontrados.

Ainda segundo a polícia, o delegado Euvaldo Costa, titular da DT/Mata de São João, deu entrada na Justiça, nesta manhã, em dois pedidos de prisão preventiva e um de apreensão por crime análogo a latrocínio.

Na noite de quarta-feira (13), policiais localizaram a residência onde um deles morava, encontrando dezenas de objetos subtraídos recentemente, inclusive um rifle Puma, calibre 38 e munições. A polícia tinha informações de que eles estariam no local, mas fugiram antes.

O delegado confirmou que já ouviu vítimas, testemunhas e até a mulher de um dos suspeitos do crime, obtendo relatos importantes para elucidação do latrocínio. O delegado acrescentou ainda que os suspeitos atuam como traficantes de drogas em Mata de São João, mas vêm praticando roubos a fazendas na região e ao pedágio da rodovia.

Caso

Henrique Dantas, de 24 anos, foi morto durante um assalto ocorrido na última terça-feira (12). Conforme informações iniciais da PM, três indivíduos, dois homens e uma mulher, participaram da ação. Não há informação se a vítima reagiu à abordagem dos criminosos.

A vítima foi socorrida para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Os assaltantes fugiram com pertences dos funcionários da sonda e com um veículo roubado no local. A empresa não detalhou se o veículo era de algum funcionário ou da empresa.

Henrique era casado. Não informações se ele tinha filhos. O sepultamento dele foi realizado na tarde de quarta-feira, no município de Catu.

Por meio de nota, a Petrobras disse que Henrique era funcionário da empresa Perbras e atuava como torrista, profissional que trabalha em torre de extração de petróleo. Informou, ainda, que a Perbras registrou a ocorrência na delegacia e está prestando apoio à família da vítima juntamente com a Petrobras. As empresas estão em contato com os órgãos de segurança pública para buscar reforço da segurança na região, informou a Petrobras, também em nota.

G1

Comentários

comentários

Veja também