Carlos Lima
Hoje dia 19/08/2017 às 11:16:51

Região
Carlos Lima | Publicado em 27/07/2017 às 17:24:58

Suspeito de atirar e matar rodoviário confessa homicídio a polícia

Suspeito de atirar e matar rodoviário confessa homicídio a polícia Adailton (Keno) e Heric foram presos suspeitos de participação na morte do rodoviário, em Pirajá, na capital baiana (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Os dois homens presos na quarta-feira (26), suspeitos de matar o rodoviário Osvaldo Mathias da Conceição, no dia 13 de julho, no bairro de Pirajá, em Salvador foram apresentados à imprensa nesta quinta-feira (27). De acordo com a Polícia Civil, Adailton da Silva Souza, conhecido como Keno, de 28 anos, e Heric Lenne Batista de Matos Mendes, de 21 anos, acreditavam que o rodoviário era informante da polícia.
Um deles, Keno, confessou a autoria do homicídio e é apontado pelas investigações como executor do motorista, enquanto Heric, pilotava a motocicleta utilizada pela dupla para fugir do local. Heric nega participação no crime, apesar de Keno apontá-lo como comparsa.

Conforme a polícia, além da dupla, uma jovem de 19 anos foi presa, pois estava guardando a arma do crime. Ela é mulher de um homem conhecido como Nando da Bazuca, apontado pela polícia como traficante e homicida, que está sendo procurado. Ainda segundo a polícia, os três presos são da localidade do Inferninho, no bairro de Marechal Rondon, e integram uma quadrilha responsável por tráfico de drogas e homicídios que age naquela região.

O delegado que investiga o crime, Roberto Passarinho, informou que a polícia chegou aos dois suspeitos após prender Wellington Silva por tráfico de drogas, no mesmo dia da morte do rodoviário. Preso, o homem delatou os comparsas envolvidos na morte de Osvaldo Mathias.

Wellington, que era vizinho da vítima, foi apontado como integrante da quadrilha que comanda o tráfico de drogas na região e que conta com a participação de Heric e Keno. Wellington continua preso.

Quando foi presos, Keno estava com dois celulares frutos de um assalto, que segundo a polícia, teria sido praticado por ele no canteiro de obras do Km 621 da BR-324, no dia 21 de junho. Keno vai responder por roubo e homicídio. Já a jovem presa e Heric, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo.

O rodoviário foi morto na Rua Geolândia, no bairro de Pirajá, por volta das 4h45 do dia 13 de julho. Conforme a polícia, no momento em que foi atacado pelos criminosos, o rodoviário estava em uma motocicleta, que não foi roubada, assim como o celular e a carteira dele.

Segundo policiais que foram ao local do crime, foram encontradas oito marcas de tiros na cabeça da vítima. Osvaldo Mathias trabalhava há 25 anos como motorista de ônibus no transporte público de Salvador.

Comentários

comentários

Veja também