Carlos Lima
Hoje dia 17/08/2017 às 11:53:21

Região
Carlos Lima | Publicado em 01/08/2017 às 17:40:26

Suspeito de participar de chacina com 8 vítimas em Porto Seguro é morto a tiros

Suspeito de participar de chacina com 8 vítimas em Porto Seguro é morto a tiros Morte ocorreu dentro do apartamento do homem, na mesma cidade. Drogas e um caderno com anotações foram encontradas no local, diz polícia.

Um homem suspeito de participar da chacina que deixou oito jovens mortos, entre eles quatro filhos de policiais, em Porto Seguro, região sul da Bahia, foi morto a tiros, na noite da segunda-feira (31). De acordo com informações da Polícia Civil, o crime ocorreu dentro do apartamento do suspeito, identificado como Marcos Alves Rodrigues, de 36 anos, no bairro Vila Parracho, também em Porto Seguro. A chacina ocorreu no dia 5 de fevereiro, no bairro Porto Alegre.

Conforme o delegado Marcelo Paiva, titular da Delegacia de Poroto Seguro, Marcos Alves era suspeito de ter roubado a caminhonete usada no dia da chacina e teria dirigido o veículo durante a ação. Segundo o delegado, o suspeito tinha um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime e estava foragido. Além dele, outras doze pessoas foram indiciadas por participação na chacina. Seis delas estão presas. As outras seis são procuradas pela polícia.

De acordo com o delegado Marcelo Paiva, Marcos Alves estava sozinho no apartamento, 23h30 da segunda-feira, quando foi surpreendido por três homens armados. Os criminosos atiraram contra a vítima e, em seguida, fugiram do local do crime. O delegado informou que, durante a perícia no imóvel, os policiais encontraram uma quantidade de drogas e um caderno com anotações no local.

Segundo o delegado, a suspeita é de que a motivação do homicídio tenha sido o tráfico de drogas. Conforme Alves, o suspeito integrava uma facção que atua na cidade e, além da chacina, teria envolvimento em outros homicídios e no tráfico de drogas na região.

O corpo do suspeito foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da região, onde será periciado. O crime está sob investigação da Delegacia de Porto Seguro.

Segundo a Polícia Civil, a chacina ocorreu após as vítimas voltarem de uma festa “paredão”, realizada na orla de Porto Seguro. Os jovens estavam em uma casa no bairro de Porto Alegre, quando foram surpreendidos por homens fortemente armados, que chegaram ao local, atiraram neles e depois fugiram. Os homens teriam se passado por policiais durante a ação.

Conforme a polícia, após o ataque, oito jovens morreram no local e um ficou ferido. De acordo com o delegado Marcelo Paiva, a vítima ficou paraplégica após o crime. Além dele, dois homens e algumas mulheres que estavam no imóvel no momento do ataque sobreviveram. Conforme a polícia, eles foram poupados porque a munição dos suspeitos acabou.

De acordo com a polícia, as vítimas teriam se envolvido em uma discussão no evento, mas, conforme a polícia, a briga não teve relação com o crime. A motivação dos homicídios ainda não foi divulgada.

O veículo usado pelos bandidos foi encontrado por policiais e levado para o pátio da delegacia. Segundo informações da polícia, o automóvel havia sido roubado horas antes. No local do crime foram encontradas cápsulas de fuzil calibre 556, segundo a polícia.

G1

Comentários

comentários

Veja também