Carlos Lima
Hoje dia 22/09/2017 às 06:34:32

Saúde
Carlos Lima | Publicado em 02/06/2017 às 14:52:33

Laudo confirma influenza A em 25 idosos de asilo em Araraquara, SP

Laudo confirma influenza A em 25 idosos de asilo em Araraquara, SP Asilo diz que todos os idosos foram vacinados contra a gripe (Foto: Ely Venâncio/EPTV)

O Serviço Especial de Saúde de Araraquara (Sesa) confirmou na manhã desta sexta-feira (2) que os 25 idosos do Lar São Francisco, em Araraquara (SP), estavam contaminados com o vírus influenza A, incluindo os cinco que morreram nos últimos dias, informou Walter Figueiredo, diretor do Sesa.

O laudo do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP) foi divulgado ao Sesa na noite de quinta-feira (1º). Com o resultado, os exames serão tipificados para saber se o vírus que afetou os idosos, vacinados contra a gripe, seria H1N1 ou H3N2.

Segundo o diretor do Sesa, os primeiros aposentados pegaram a gripe antes da vacina começar a fazer efeito e, com a confirmação, todos os internos do asilo serão medicados.

Sintomas

Os idosos que morreram apresentavam sintomas de gripe, como febre, dor no corpo e dificuldade na respiração.

Uma das vítimas, de 79 anos, morreu na quarta-feira (31), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central, enquanto esperava um quarto para internação na Santa Casa. A ala onde o idoso estava foi isolada.

Segundo o Sesa, nos dois últimos meses, 90 crianças e adolescentes entre 5 e 18 anos que participam de uma pesquisa apresentaram febre e sintomas de problemas respiratórios, sendo que 40 deles eram casos de H3N2.

Asilo

No asilo, o trabalho dos estagiários que prestam atendimento aos idosos foi suspenso. A diretoria do local afirmou que todos os aposentados e funcionários foram vacinados contra a gripe no dia 6 deste mês. Agora eles serão medicados contra a gripe suína.

Vírus e mutação

Existem centenas de tipos de vírus que causam a gripe. O “influenza” é um deles. Ele tem uma grande capacidade de mutação e é por isso que, a cada ano, é produzida uma nova dose de vacina para combater os tipos em circulação.

Neste ano, a vacina oferecida na campanha protege contra três tipos de vírus: H1N1, H3N2 e ainda um tipo do influenza B. Há, porém, um período entre 10 e 15 dias para o corpo criar anticorpos e pode acontecer a chamada falha vacinal.

Comentários

comentários

Veja também