Carlos Lima
Hoje dia 22/08/2018 às 01:16:42

Saúde
Carlos Lima | Publicado em 16/07/2018 às 01:54:37

NOVA PESQUISA CONFIRMA QUE DIABETES PODE SER REVERTIDA

NOVA PESQUISA CONFIRMA QUE DIABETES PODE SER REVERTIDA

Recentemente eu passei mais tempo em farmácias do que eu gostaria ajudando minha irmã em sua jornada contra o câncer. As redes de farmácias Rite Aid, CVS e Walgreens, todas tinham grandes seções de diabetes que ofereciam suporte para um “estilo de vida diabetes” – monitores de glicose, lancetas, medidores de pressão arterial, medicamentos, suplementos e revistas de farmácia fortemente apoiadas pela publicidade farmacêutica. Os pacientes são encorajados a medir a pressão do globo ocular, fazer check-ups, monitorar a pressão arterial, controlar seu açúcar no sangue, realizar exames do pé e ver o seu médico regularmente para uma melhor gestão de sua glicemia – todos os conselhos aparentemente sensatos para diabéticos.

Mas o que aconteceria se a diabetes tipo 2 puder ser completamente revertida? E se ela não for, como nós acreditamos, uma doença inexorável, progressiva, que tem que ser melhor “administrada” pelo nosso sistema de saúde com melhores drogas, cirurgia e coordenação de cuidados? E se as mudanças intensivas de estilo de vida e dieta puderem reverter completamente a diabetes?

Um inovador novo estudo publicado na revista Diabetologia provou que, de fato, o diabetes tipo 2 pode ser revertido por meio de mudanças de dieta. E o estudo mostrou que isso pode acontecer rapidamente, em 1 a 8 semanas. Isso transforma a nossa perspectiva sobre a diabetes de cabeça para baixo. Diabetes não é uma rua de mão única.

Costumávamos acreditar que tão logo as células de seu pâncreas que produzem insulina (células beta) começassem a falhar, a sua única esperança seria mais medicação ou insulina. Nós agora sabemos que não é bem assim.

Continuando equivocados sobre o que causa diabetes e nossa falta de vontade de adotar métodos em revertê-la têm levado a um aumento catastrófico na doença. Hoje um em cada quatro americanos com mais de 60 anos tem diabetes tipo 2. Em 2020, um em cada dois americanos terão diabetes ou pré-diabetes. Tragicamente, os médicos irão falhar no diagnóstico de boa parte de pessoas com pré-diabetes ou diabetes. (Abaixo eu digo exatamente que teste pedir ao seu médico para realizar e como interpretá-los).

De 1983 a 2008, em todo o mundo, a incidência de diabetes aumentou sete vezes, indo de 35 a 240 milhões. Surpreendentemente, apenas nos últimos três anos, de 2008 a 2011, nós adicionamos outros 110 milhões para a chamada classe de diabetes. E as crianças cada vez menores, assim como os jovens de oito anos já estão sendo diagnosticados com diabetes tipo 2 (anteriormente chamado de diabetes adulta). Eles estão fazendo cursos aos 15 anos de idade e até fazendo cirurgia cardíaca aos 25. O ônus econômico dos cuidados a essas pessoas com pré-diabetes e diabetes serão bilhões de dólares em pouco mais de 10 anos.

Se temos uma cura conhecida, uma forma comprovada de reverter esta doença, não deveríamos estar focados na implementação de programas para alcançar esta cura? Infelizmente, apesar desta nova pesquisa extraordinária, os resultados provavelmente vão ser deixados de lado em favor da última pílula melhor ou técnica cirúrgica, porque a mudança de comportamento e estilo de vida é “difícil”. Porém, na verdade, com as condições adequadas e apoio, uma mudança na dieta e estilo de vida é muito viável.

O que a pesquisa mostra?

REVERTENDO A DIABETES: PODE SER FEITO EM UMA SEMANA?
O estudo, intitulado Reversão de diabetes tipo 2: a normalização da função das células beta do pâncreas, em associação com diminuição e triglicérides no fígado, foi primorosamente feito. Resumindo: Uma mudança de dieta dramática (um mix de proteína, baixa carga glicêmica, baseada em uma dieta de vegetais de baixa caloria, mas sem exercício) em diabéticos reverteu a maioria dos parâmetros da diabetes dentro de uma semana e todos os demais índices em até oito semanas. É isso mesmo, a diabetes foi revertida em uma semana. Isso é mais poderoso do que qualquer droga conhecida pela ciência moderna.

Nós sabemos de pacientes com bypass gástrico que, com mudanças rápidas na dieta após a cirurgia, dentro de poucos dias, sem perda significativa de peso, eliminaram os sintomas da diabetes – fígados são curados, os níveis de colesterol despencam. Alguns acreditavam que era por causa de mudanças nos hormônios gástricos relacionados à cirurgia gástrica. Outros, incluindo os pesquisadores deste novo estudo, achavam que, talvez, fosse apenas a mudança drástica na dieta. Então, eles resolveram estudar apenas a mudança da dieta, sem cirurgia.

Eles estudaram 11 pessoas com diabetes e os compararam com um grupo de controle. Através de técnicas muito sofisticadas, incluindo imagens de ressonância magnética, eles mediram os níveis de açúcar no sangue e insulina, níveis de colesterol e gordura no pâncreas e fígado (algumas das características do diabetes), antes e após as mudanças da dieta, uma, quatro e oito semanas após início.

O que eles encontraram foi revolucionário. As células beta do pâncreas – insulina ‘células produtoras – despertaram e os depósitos de gordura no pâncreas e fígado desapareceram. O nível de açúcar no sangue ficou normalizado em apenas uma semana, os triglicéridos reduziram à metade em uma semana e reduziram até 10 vezes em oito semanas. As células do corpo tornaram-se mais sensíveis à insulina e, essencialmente, em apenas oito semanas, todas as evidências de diabetes foram embora e os pacientes diabéticos se pareciam com os de controles normais em todos os testes.

Enquanto isso pode parecer surpreendente para a maioria, é algo que eu vejo regularmente em minha prática médica. Com foco estratégico, a intervenção nutricional com base científica, combinada com o exercício, controle do estresse e de açúcar e insulina equilibrando suplementos nutricionais, muitos dos meus pacientes revertem completamente a sua diabetes. E os efeitos colaterais – mais energia, melhora do sono, melhora da função sexual e perda de peso – são tudo de bom.

O que muitos não percebem é que a pré-diabetes e diabetes existem em um continuum que aumentam dramaticamente o risco de ataques cardíacos, acidente vascular cerebral, câncer, infertilidade, disfunção sexual, depressão e demência. Você não tem que ter diabetes a estar em risco para todos esses problemas. É por isso que é tão importante obter de seu médico o diagnóstico da pré-diabetes cedo e implementar um programa de estilo de vida intensivo para ajudá-lo a se preservar.

Você pode estar em risco se você tiver gordura  extra na barriga, ter um histórico familiar de diabetes, diabetes gestacional, se estiver em grupo de risco étnico (asiáticos, hispânicos, Africano americano, nativo americano, Oriente Médio), se tiver níveis altos de triglicérides (> 150 mg / dl) ou de um HDL baixo (<50 mg / dl) ou têm hipertensão.

Se alguma destas situações se aplica a você ou você tem outra causa de preocupação, aqui está o que fazer.

COMO REVERTER SEU DIABETES
Primeiro, pegue o seu médico para testar o seguinte:

O teste de tolerância à glicose mede tanto a glicose quanto a insulina rápida em jejum, que é feito de uma a duas horas depois. O açúcar no sangue em jejum deve ser inferior a 100 mg / dl, e os seus níveis em uma e duas horas após comer deve ser inferior a 130 mg / dl. Os níveis de insulina rápida em jejum deve ser inferior a 10, e uma ou duas horas depois deveria ser inferior a 35.
Triglicéridos deve ser inferior a 150 mg / dl e colesterol HDL (colesterol bom) deve ser superior a 50 mg / dl, e do triglicérido de HDL deve ser inferior a quatro. Essas faixas são significativas somente se você estiver sem nenhuma medicação.
Mais recentes testes de colesterol medem o tamanho de suas partículas, sendo muito eficaz no diagnóstico de problemas com diabetes pré-inicial. Na verdade, este é o único teste de colesterol que devemos realizar.
E aqui está o programa que eu uso para meus pacientes para reverter o diabetes:

1. Comer uma dieta de baixa carga glicêmica, como fibras, dieta baseada em vegetais, legumes, feijões, nozes, grãos integrais limitados, frutas e proteína animal magra
2. Exercício vigoroso (caminhada rápida, corrida, ciclismo, etc) 30 minutos, quatro a cinco vezes por semana e musculação 20 minutos, três vezes por semana
3. Tome um bom multivitamínico, óleo de peixe, vitamina D e nutrientes balanceados (incluindo cromo e ácido alfa lipóico)
Lembre-se, pré-diabetes e diabetes não é uma rua de mão única e nem sua solução está no fundo de um frasco de comprimidos ou no fim de uma seringa de insulina. Está no final do seu garfo e pés de seus sapatos.

Para saber mais sobre as reais causas da diabetes e como reverter isso, consulte www.drhyman.com.

 

Mark Hyman, MD

Mark Hyman, MD é um médico praticante, fundador de O Centro UltraWellness, quatro vezes autor best-seller do New York Times, e um líder internacional na área de Medicina Funcional. Você pode segui-lo no Twitter, se conectar com ele no LinkedIn, assistir a seus vídeos no YouTube , tornar-se um fã no Facebook e assinar o seu boletim.

Comentários

comentários

Veja também