Carlos Lima
Hoje dia 13/12/2019 às 14:19:46

Vida de Artista
Carlos Lima | Publicado em 22/07/2019 às 09:56:05

KYRA GRACIE FALA DO CASAMENTO COM MALVINO EM NORONHA, CIÚME E QUE JÁ USOU JIU-JITSU PARA SE LIVRAR DE ASSÉDIO

KYRA GRACIE FALA DO CASAMENTO COM MALVINO EM NORONHA, CIÚME E QUE JÁ USOU JIU-JITSU PARA SE LIVRAR DE ASSÉDIO Malvino Salvador e Kyra Gracie. Foto: AG News

Na novela “A dona do pedaço”, a vida do personagem de Malvino Salvador passa por turbulências. Separou-se da mulher, faz de tudo para conquistar Rocky (Caio Castro) e resolveu vivenciar sua homossexualidade. Já na vida real, o ator vive uma união feliz ao lado da mulher e das duas filhas. O EXTRA conversou com Kyra Gracie em meio as preparativos para o casamento em Fernando de Noronha, em outubro, e de sua vida corrida, dividindo-se em muitos papéis, entre eles o de professora de artes marciais (ela é faixa preta de jiu-jitsu) e de mulher, um pouco ciumenta, admite, de um galã de TV.

Por que um casamento em Fernando de Noronha após cinco anos juntos?

Sempre tive o sonho de fazer uma festa para celebrar o nosso amor. Celebrar a vida, aproveitar com a nossa família esses momentos importantes marcam muito e criam laços especiais. Assim que nos conhecemos ficamos grávidos e achamos melhor esperar um pouco as crianças crescerem para aproveitar.

Noronha é lindo, mas a escolha do lugar tem algum motivo especial? Fomos algumas vezes pra lá e tivemos dias muito especiais com as nossas filhas. A energia da ilha é mágica e por isso queremos que nossos amigos e familiares tenham a oportunidade de conhecer e curtir com a gente!

Você assiste à novela? Sente ciúme?

Estou amando essa novela! Tenho ciúmes mas a cada dia fico mais tranquila com isso.

Você já precisou recorrer ao jiu-jitsu como defesa pessoal para escapar de assédio, por exemplo?

Sim, um beijo forçado, abraço de pessoas que beberam demais e de uns e outros que gostavam de segurar o braço para tentar falar comigo.

Kyra Gracie com um de seus alunos especiais

Kyra Gracie com um de seus alunos especiais Foto: divulgação

Você dá aulas para crianças e jovens com síndrome de down. Como as artes marciais podem ajudar crianças com deficiência?

Força, determinação, disciplina, saúde, equilíbrio, educação… A prática de artes marciais pode ser uma valiosa aliada na reabilitação física e motora das pessoas com síndrome de down. A atividade não oferece só as vantagens de um exercício físico, mas também a filosofia do jiu-jítsu, o incentivo à disciplina e ao equilíbrio emocional. O controle da força e o respeito à si próprio e ao próximo. É fundamental que os pais façam uma avaliação clínica com seus filhos antes de iniciarem a prática de artes marciais.

Em sua academia, você tem ensinado crianças a se protegerem do bullying. Como fazer isso sem estimular a violência?

Trabalhamos a auto estima e confiança através da arte marcial. A criança aprende a se defender caso seja agredida física ou verbalmente. Simulamos situações do cotidiano de cada faixa etária para que tenhamos crianças preparadas para vida com os valores sólidos.

EXTRA

Comentários

comentários

Veja também