Carlos Lima
Hoje dia 15/09/2019 às 22:46:06

Vida de Artista
Carlos Lima | Publicado em 04/04/2019 às 11:16:49

Lançado o livro Furacão Anitta, uma biografia não autorizada

Lançado o livro Furacão Anitta, uma biografia não autorizada Anita em Prêmio Multishow

Nesta semana, foi lançado o livro Furacão Anitta, uma biografia não autorizada da cantora, escrita por Leo Dias. Entre tantos assuntos abordados, o jornalista falou da relação da artista com a religião.

Segundo ele, a cantora se irrita quando alguém afirma que ela tem sorte na vida.“Anitta sabe que seu sucesso se deve a uma conjunção de fatores. Mas também acredita que existe algo maior por trás de tudo isso.

E esse algo maior é Deus”, escreveu o jornalista.Além disso, Léo comentou que a cantora evita comentar sobre esse assunto em público.“Sua relação com a religião é extremamente íntima. Tanto que ela não fala sobre isso em público, apesar de ter uma fé inabalável”, afirmou.

Segundo a biografia, Anitta foi nascida e criada em uma família católica. Ela foi batizada e visitava a igreja, que inclusive foi como ela descobriu seu talento para a música, quando ia cantar ao lado do avô Pedro Júlio.Porém, aos sete anos, a diva foi apresentada ao candomblé pelo pai, Mauro, e o irmão Renan.

Segundo o livro, Miriam, mãe de Anitta e Renan, não gostou de ver seus filhos envolvidos com o candomblé, mas respeitou a escolha deles.“Os primeiros passos de Anitta no candomblé foram no terreiro de Pai Sérgio, um babalorixá de 58 anos, que fica na região metropolitana do Rio.

O local, muito discreto, acabou se tornando um refúgio para a cantora, especialmente nos momentos de maior estresse físico e mental”, escreveu Léo Dias.Apesar disso, Anitta não dava muito valor para a religião, o que mudou quando ela teve uma das maiores crises financeiras de sua vida.

Segundo o Furacão Anitta, ela apelou para a religião e conseguiu emplacar dois his Menina Má e Meiga e Abusada.Sendo assim, a relação de Anitta com Pai Sérgio foi se tornando cada vez mais estreita. De acordo com Leo Dias, a artista fala com ele frequentemente e pede orientação para quase tudo em sua vida, tanto na vida profissional quanto na pessoal.”Anitta costuma avaliar todas as pessoas que entram em sua vida. Ela sempre joga para saber o que cada um representa de verdade.

E, mesmo que depois ela venha a se decepcionar, a religião explica que até a queda tem seu valor. Tudo é experiência”, contou Leo.Com agenda superlotada de shows e compromissos, Anitta não encontra muito tempo para ir ao terreiro. Mas quando vai, ela tem uma entrega total.”Durante o tempo em que fica imersa em sua experiência religiosa, Anitta é vista descalça, de roupas brancas, fazendo atividades comuns do local como lavar o banheiro, varrer o chão e cuidar da mesa de refeições.

No terreiro, tem contato permanente com a vida simples de que tanto gosta e que faz tão bem a ela”, afirmou o jornalista. Anitta é ‘estampada’ em café no lançamento de biografia.

Giovanna Prisco

Comentários

comentários

Veja também