maio 15, 2020

Gente estúpida

A cegueira irracional da fração burguesa que apoia Bolsonaro diante da catástrofe sanitária que se aproxima é perturbadora. Como é possível diminuir o impacto destrutivo

mm

Bruzundangas: a República que persiste

Em 13 de maio, data que marca (legalmente) o final da escravidão de africanos no Brasil, o escritor Lima Barreto, neto de escravizados, completaria 139

mm

O BURRO, A LINGUAGEM E A REALIDADE

“Jornal é que nem burro”, costuma dizer meu sagaz avô, “o que bota em cima ele carrega”. Lembrei da frase ao contemplar a seguinte declaração