Tempo - Tutiempo.net

Agro vai se aproximar de Lula com medidas de apoio ao setor, diz Fávaro

Carlos Fávaro e Lula

O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro (PSD), compartilhou suas perspectivas sobre o atual panorama do agronegócio brasileiro, destacando desafios e estratégias em entrevista à Folha de S. Paulo.

Segundo Fávaro, embora o setor enfrente dificuldades devido às condições climáticas e oscilações nos preços de commodities, não está diante de uma crise iminente.

Fávaro ressaltou a necessidade de medidas preventivas para apoiar os produtores rurais e evitar uma possível deterioração do cenário agrícola.

O ministro enfatizou que tais iniciativas podem aproximar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) do setor, historicamente ligado a Jair Bolsonaro (PL), e fortalecer parcerias com outros países e blocos econômicos, como Brics, Oriente Médio, Ásia e África.

Uma das questões cruciais levantadas por Fávaro foi a importância de modernizar o sistema de seguro rural, tornando-o mais acessível e eficiente diante das mudanças climáticas.

Ele propôs o uso de algoritmos e inteligência artificial para calcular riscos e oferecer apólices mais baratas aos produtores, contribuindo para a sustentabilidade econômica do setor.

O ministro também abordou a necessidade de ampliar as parcerias comerciais do Brasil, especialmente diante dos impasses no acordo entre Mercosul e União Europeia.

Fávaro ressaltou a disposição do governo em explorar novos mercados e consolidar relações com países do Sul Global, destacando o potencial do agronegócio brasileiro em contribuir para o desenvolvimento econômico global.

Apesar dos desafios enfrentados pelo setor agropecuário, Fávaro enfatizou que não se trata de uma crise, mas sim de um momento de atenção e preparação. Ele destacou o diálogo crescente entre o governo e os representantes do agronegócio, sublinhando a importância de uma abordagem colaborativa e proativa para enfrentar os desafios presentes e futuros.

Brasil/Reuters

OUTRAS NOTÍCIAS