Tempo - Tutiempo.net

Desenvolvimento rural da Bahia será destaque nas caravanas ‘Parceria Mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia’

A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) dará início, neste mês de maio, às caravanas Parceria Mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia.

Serão realizados encontros em todos os 27 territórios de identidade do estado. O principal objetivo é consolidar as ações que já vêm sendo executadas e fortalecer ainda mais a agricultura familiar e a economia local.

No total, estão sendo investidos pelo Governo do Estado mais de R$ 2,9 bilhões, no período de 2015 até o fim de 2022, por meio da SDR. Agora, em parceria com diversas instituições, essas ações estão sendo ainda mais potencializadas e articuladas para gerarem maior impacto local.

Entre as ações realizadas pela SDR e suas unidades, que estarão entre os temas apresentados nas Caravanas estão:

Regularização Fundiária (Coordenação de Desenvolvimento Agrário – CDA); Investimentos produtivos, acesso à água, habitação, máquinas/equipamentos e infraestrutura (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR); Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural – Bahiater); Garantia-Safra e Segurança Alimentar do Rebanho (Superintendência de Agricultura Familiar – SUAF); Organização Territorial e Pesquisa e Inovação Tecnológica para Agricultura Familiar (Coordenação Executiva de Pesquisa, Inovação e Extensão Tecnológica – Cepex).

Participam da ação dirigentes e equipes técnicas da SDR, dirigentes de organizações produtivas apoiada pela SDR, representantes de instituições e movimentos sociais da agricultura familiar e populações tradicionais do campo, de instituições públicas parceiras, de entidades parceiras executoras do serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater).

Prefeitos, secretários municipais de Agricultura e equipes técnicas, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Colegiados Territoriais e Conselhos Municipais.

Território Irecê

Entre os territórios visitados pela Caravana está o Irecê, composto pelos municípios de Irecê, América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Ipupiara, Itaguaçu da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, Uibaí, São Gabriel e Xique-Xique.

No território, 2.518 famílias recebem o serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater);

1.463 famílias são atendidas por meio do projeto Bahia Produtiva/CAR, com investimentos da ordem de R$ 25 milhões;

são beneficiadas pelo programa Água para Todos, em ações como a implantação de sistemas de abastecimento e água para a produção, 318 famílias;

212.252 agricultores(as) aderiram ao programa Garantia-Safra, com recursos da ordem de R$ 28,8 milhões do Governo do Estado.

No território também já foram entregues dois mercados municipais, com investimentos de mais de R$ 1 milhão.

Já foram realizadas ações voltadas para a limpeza de aguadas e preparação de terras com recursos aplicados de R$ 141,8 mil.

Municípios do território Irecê também foram contemplados com a construção de 197 habitações rurais, com investimento da ordem de R$ 1,4 milhão e 135 produtos de sete empreendimentos da agricultura familiar já possuem o Selo de Identificação de Produtos da Agricultura Familiar (SIPAF).

Parceria Mais Forte, Juntos para Alimentar a Bahia

A Bahia é o Estado brasileiro com o maior número de agricultores familiares: são 593 mil propriedades.

Aqui 77,78% dos estabelecimentos rurais produzem alimentos em sintonia com o meio ambiente, com a inclusão produtiva e com a geração de emprego e renda.

Desta forma, este segmento populacional torna-se um importante vetor para o desenvolvimento sustentável do estado.

Com base nisso, o Governo do Estado da Bahia realiza importantes investimentos estruturantes, como os projetos Bahia Produtiva e Pró-Semiárido, sempre aliando o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) às outras ações estruturantes, voltadas ao fortalecimento da agricultura familiar, incluindo iniciativas como a construção e ou requalificação de Agroindústrias Familiares.

Regularização fundiária e ambiental de propriedades rurais; doação de mudas de palma, frutas e mandioca; reforma de mercados e centros de abastecimento; subsídios do Programa Garantia-Safra; criação de canais de comercialização e também na concessão do Selo de Identificação de Produtos da Agricultura Familiar (SIPAF), com incentivo fiscal.

SDR

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS