EBDA estimula agricultores familiares na produção de café de alta qualidade

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Os resultados obtidos pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Reforma Agrária, Pesca e Aquicultura (Seagri) através da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), com investimentos na produção de cafés de qualidade pela agricultura familiar, na Bahia, não poderiam ser melhor.

Agricultores das regiões da Chapada Diamantina e de Vitória da Conquista, assistidos pela empresa, têm conquistado os primeiros lugares nos concursos de qualidade de café promovidos por entidades representativas da área cafeeira, a exemplo da Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic).

Em 2012, por exemplo, apesar da grande estiagem vivida no campo, o café produzido pelo agricultor familiar Márcio José de Oliveira, de Barra da Estiva, região de Vitória da Conquista, foi eleito o melhor café na modalidade grão natural, na seletiva estadual do Concurso Nacional de Qualidade dos Cafés, promovido no final do ano passado pela Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic), em parceria com a Associação dos Produtores de Café da Bahia (Assocafé).

A empresa também atende, de forma efetiva, aos cafeicultores da região que abrange os municípios de Barra da Estiva e Ibicoara. A parceria do Centrecorte (Centro de Formação de Agricultores do Sudoeste da Bahia) com o escritório local da EBDA cadastrou, em Barra da Estiva, em torno de 2.700 agricultores familiares, e em Ibicoara, 1.700, para prestação de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

“A carência de Ater na região vem sendo suprida pela EBDA, de forma gradativa, onde o Centrecorte é o responsável por levar, diretamente às comunidades, novas tecnologias e informações de manejo da planta, solo e pós-colheita do café”, informou o chefe do Centrecorte.

 

Fonte: Redação/Seagri BA

OUTRAS NOTÍCIAS