Governo vai distribuir patrulhas mecanizadas para consórcios

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A política de convivência com a seca promovida pelo Governo da Bahia terá mais uma ação de apoio à população que sofre com a falta de chuva – a distribuição de patrulhas mecanizadas aos consórcios legalizados, reforçando a construção de barreiros, barragens subterrâneas e de aguadas na região do semiárido. Os recursos estaduais são de aproximadamente R$ 20 milhões.

O Anúncio foi feito ontem pelo secretário da Casa Civil e coordenador do Comitê Estadual para Ações de Convivência com a Seca, Rui Costa, durante a sexta reunião itinerante do comitê, realizada em Feira de Santana, com a participação de prefeitos dos territórios de identidade Portal do Sertão e Bacia do Jacuípe.

A demarcação das máquinas que vão compor cada patrulha será feita a partir da demanda dos próprios consórcios. De acordo com o secretário, na próxima semana, o comitê e prefeitos presidentes dos consórcios se reúnem para que a questão seja definida.

“Vamos aumentar a capacidade de armazenamento de água, atendendo, com as patrulhas mecanizadas, à necessidade de cada região.” A medida será oficializada por intermédio do lançamento de edital de licitação, que deve ocorrer ainda neste mês. Na reunião também foram apresentados os investimentos nesses territórios, totalizando R$ 276,2 milhões, entre 2007 e 2012, em prol da democratização do acesso à água.

Ações continuam em Bacia do Jacuípe e Portal do Sertão

Segundo dados do comitê, estão em andamento a perfuração de 53 poços no território Bacia do Jacuípe e a construção de sete sistemas simplificados de abastecimento de água, além de outras obras de menor porte, que somam um pacote de investimentos de R$ 1,4 milhão.

O destaque dado na apresentação foi para a conclusão do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Pedras Altas, que já beneficia 79,8 mil pessoas no território.

No Portal do Sertão, o investimento em obras de menor porte, entre sistemas de abastecimento de água, para consumo animal e poços, é de R$ 840 milhões. Duas obras de maior porte foram destacadas – a ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Feira de Santana, em andamento, e a ampliação do sistema de Amélia Rodrigues, que tem previsão de ser concluída no início de abril.

Fonte: Seagri

OUTRAS NOTÍCIAS