Maio é o mês de vacinar contra a febre aftosa

Do dia 1º até 31 de maio todos os pecuaristas devem vacinar seu rebanho, declarar a vacinação e atualizar o cadastro nos escritórios da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), estrategicamente localizados nos municípios baianos. Nesta etapa, a vacinação é obrigatória para todo o rebanho de bovinos e bubalinos – jovens e adultos – do Estado.

Os rebanhos localizados nos municípios que decretaram estado de emergência devido à longa seca, que não possuem condições mínimas de serem vacinados, com deficiências nutricionais, terão a vacinação facultativa. Para isso, os criadores deverão comparecer obrigatoriamente aos escritórios da Adab para solicitar dispensa da vacinação, declarar o quantitativo de animais existentes por espécie (bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos, equídeos e aves) e, principalmente, informar as mortes e nascimentos ocorridos no período da seca.

O período para a imunização não será prorrogado e o criador tem até quinze dias, contabilizados após a vacinação, para a declaração”, lembra o diretor geral da Adab, Paulo Emílio Torres.

Fonte: Redação / Seagri

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS