Para os investidores em novos empreendimentos o agronegócio é a tendência em 2014.

Segundo a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), 37 milhões de pessoas entre 18 e 64 anos devem empreender no próprio negócio e ainda, segundo pesquisadores, as seis áreas mais promissoras para os novos empreendimentos são: indústria, agronegócio, hotelaria, serviço doméstico, saúde e beleza e segurança.

 

Diferentemente da área de indústria, que, neste ano, teve um bom crescimento em número de empresas, o segmento de agronegócio teve um ano difícil na Bahia, com a pior seca dos últimos 50 anos. A oportunidade está justamente no investimento em tecnologia e conhecimento para vencer a estiagem. “O empreendedor tem que se especializar e se profissionalizar, com reserva hídrica e reserva alimentar para época de seca”, diz o vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (FAEB), Humberto Miranda.

Diante dos desafios, a especialização e os investimentos em novas técnicas é a melhor saída para quem decide se lançar neste mercado.

Fonte: Redação com informações do Biodiesel/ Foto Web

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS