Mas será que o homem esteve na lua mesmo?

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Bem, tem muita gente que duvida que o homem foi na lua na década de sessenta e entre estas pessoas se encontra este professor. Por quê?

Bem, os motivos são muitos. Primeiro, a gente vive em um mundo cheio de mentiras, onde até os mitos viram ciência, a mitologia, com graduação, com mestrado, doutoramento, pós-doutoramento e lá vai mentira. Vão mentir assim lá em Atenas. Dá para acreditar nos seres humanos? Mitologia? Ciência?

Na década de sessenta o mundo saíra recentemente de uma guerra bem fratricida e vivia entre guerras como a da Coréia, a questão Cubana e os americanos precisavam se firmar no mundo, dominando inclusive a informação e viajar para a lua era importante e acabaram viajando mesmo.

Só que o filme que fizeram foi muito, perdão, fuleiro, para convencer as pessoas e se você ver na internet, vai ver que existe um mundo de pessoas que não acredita nisto.

Vejam, pela ciência, a gravidade lunar é de aproximadamente um sexto da gravidade da terra ou de 1,6 metros por segundo ao quadrado.

Pegue uma moeda e jogue no chão e veja a velocidade com que ela cai?

Ela vai aumentar a velocidade vertiginosamente, com a aceleração de 9,8 metros por segundo ao quadrado. Veja você mesmo.

Na lua, este movimento seria seis vezes mais brando, mas seria rápido, ele não seria tão lento como são os movimentos dos astronautas no filme, que parecem mais flutuar, parecendo os movimentos das pessoas com gravidade quase igual a zero, em aviões que simulam a situação.

Se a gravidade lunar é seis vezes menor, o peso dos astronautas, que geralmente são pessoas magras, seria cerca de, no máximo, uns treze quilos e isto jamais produziria aquela pegada na lua, profunda, para uma bota especial, parecendo pegada de gente gorda em terreno pantanoso terrestre.

Pela ciência, a lua não tem atmosfera, é granítica ou algo parecido com isto e não tem solo, como aqui, só rochas, e assim, aquela marca dos sapatos seria impossível de acontecer, principalmente sob baixa gravidade.

Pela ciência, lá também não tem atmosfera e assim não seria possível a bandeira dos Estados Unidos tremular, como aparece no filme.

Bem, essas são as nossas dúvidas de professor atento que não acredita em conversa para dormitar bovinos. Será que o ser humano foi à lua mesmo?

Pois bem, depois disto já se passaram mais de cinqüenta anos e nunca mais ele lá esteve. Mas que coisa esquisita não? Hoje não vai mais.

Os americanos que nos perdoem mas não dá para acreditar nesta lorota não e ainda tem gente que comprou até terreno na lua.

Bem, para não dizerem que eu é que sou o mentiroso, como certas pessoas gostam de insinuar, vamos deixar aqui a nossa dúvida, pedindo para que o leitor reveja o filme na internet, para todo mundo ver, mas eu acho que aquele filme foi feito foi em Hollywood, depois de algum filme de cow-boy, para não gastar muito e tem gente que acredita nesta conversa. Vocês já viram os filmes de cow-boy?

O terreno é muito parecido com aquele terreno da “lua”.

É…! Eu desconfio que não foi só o Nixon que mentiu não!

Agora, se eu é que estou mentindo, provem que isto é mentira. Tchau.    

Fonte: . Carlos Pereira de Novaes. Professor da UEF

OUTRAS NOTÍCIAS